Home | Cultura | Geral | 10ª edição do Festival de Órgão do Algarve
10ª edição do Festival de Órgão do Algarve

10ª edição do Festival de Órgão do Algarve

A Associação Cultural Música XXI organiza a 10ª edição do Festival de Órgão do Algarve, que percorre os concelhos de Faro, Portimão, Loulé e Tavira. São 10 concertos distribuídos por várias igrejas da região, a realizar entre 3 e 25 de novembro.

Portimão acolhe o concerto inaugural do Festival de Órgão do Algarve, a 3 de novembro na Igreja Matriz, com o organista António Esteireiro e a participação do Coral Adágio dirigido pelo maestro António Alves. Em conjunto, apresentarão uma obra do compositor alemão Heinrich Schütz inspirada num salmo religioso.

O concerto seguinte na Igreja Matriz de Portimão tem lugar a 10 de novembro, com a organista Daniela Moreira. Com obras de carácter bastante vivo e contrastante, o programa colocará à prova as potencialidades deste órgão de tubos.

A Igreja Matriz de Boliqueime recebe a 17 de novembro o primeiro dos concertos de órgão no local, com o organista Daniel Oliveira e o violinista Alexêi Tolpygo. Serão apresentadas obras predominantemente italianas e na forma de sonatas, adaptadas a este duo instrumental.

A 24 de novembro, é a vez do organista André Ferreira se apresentar na Igreja Matriz de Boliqueime. Num programa intitulado “O canto dos pássaros”, muito haverá por descobrir nas obras selecionadas para o concerto.

Em Tavira, a Igreja da Misericórdia acolhe a 17 de novembro o organista André Ferreira para um programa de concerto contrastante que versará “O sacro e o profano no barroco italiano”.

Na semana seguinte, a 24 de novembro, o órgão da Igreja de Santiago ecoará pelas mãos da organista brasileira Elisa Freixo, que apresentará obras de compositores menos conhecidos.

Os concertos em Faro iniciam-se a 4 de novembro na Igreja do Carmo com um concerto a solo pelo organista António Esteireiro. A 18 de novembro, neste local mas agora no formato de música de câmara, tem lugar a apresentação de Daniel Oliveira e Alexêi Tolpygo (órgão e violino barroco).

Na Sé de Faro, o órgão histórico soará a 11 de novembro com um concerto único do conceituado maestro e músico holandês Ton Koopman, considerado por muitos o melhor organista da atualidade. Fascinado pela música clássica e barroca, tendo-se fixado particularmente em Johann Sebastian Bach e Dietrich Buxtehude, ouviremos a mestria na execução de algumas obras destes compositores.

O encerramento do Festival ficará a cargo de Elisa Freixo, na Sé de Faro a 25 de novembro. A organista brasileira tem uma das mais importantes carreiras no Brasil e é responsável pela série de concertos no órgão histórico instalado na Sé de Mariana, instrumento que é considerado gémeo do órgão da Sé de Faro.

Todos os concertos realizam-se às 21h30 e são de entrada livre.

O Festival de Órgão do Algarve 2017 é organizado pela Associação Cultural Música XXI. Conta com os apoios da Direção Regional de Cultura do Algarve e dos Municípios de Faro, Loulé, Tavira e Portimão, com o apoio à divulgação da Região de Turismo do Algarve e com os parceiros de comunicação Antena 2, Sul Informação e Rua FM.

Página FB: https://www.facebook.com/festivalorgaoalgarve/

Partilhe:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close