“A Abóbada não caiu, a Abóbada não cairá” no Mosteiro da Batalha!

549

O Mosteiro da Batalha apresenta a 14, 15, 16 e 17 de Agosto (19h30) “A Abóbada não caiu, a Abóbada não cairá!”, uma co-produção da Kind of Black Box e do Mosteiro da Batalha DGPC

“A abóbada da casa do capítulo fora levantada por três vezes; das primeiras duas vezes, caiu com grande perda de vidas; (…).Conta a lenda que mestre Afonso Domingues, primeiro arquiteto do Mosteiro de Santa Maria da Vitória, em cumprimento de um voto fatal, disponibilizou-se jejuar durante três dias e três noites, na célebre sala do capítulo, agrilhoado a uma pedra, sob a referida abóbada, como garante da estabilidade da sua obra, a fraqueza e a velhice acabaram por não ser resistentes e Mestre Afonso falece, não sem antes concluir com a célebre frase: “A Abóbada não caiu, a abóbada não cairá!”

in História de S.Domingos (1623), Frei Luis de Sousa.

Fascinado por esta lenda, António Patrício (1878-1930), um dos mais importantes dramaturgos portugueses, dá início, em 1929, à escrita do texto dramático que se intitularia A Paixão de Mestre Afonso Domingues, baseado na narrativa fantástica de exaltação nacional, A Abóbada , escrita por Alexandre Herculano, no seu livro, Selecção de Lendas e Narrativas, de 1851. Infelizmente, a morte não permitiu a Patrício concluir este texto, deixando-o desta forma inacabado.

A um elenco de consagrados actores nacionais, em que Fernando Luís e Ana Bustorff dão vida ao emblemático Mestre Afonso Domingues e sua amada Violante respectivamente, juntam-se dois actores internacionais, numa parceria realizada entre a KBB e o Teatro Pícaro (França | Itália), bem como cinco actores locais da jovem companhia de Leiria, Leirena.

Um dos objectivos desta encenação é o de apresentar os dois actos escritos pelo autor, noprimeiro e terceiro actos e “escrever” o que se encontra em falta, para assim se poder apresentar a famosa lenda na íntegra.

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*


CAPTCHA Image

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close