A Emirates concluiu a reconfiguração dos Boeing 777-200LR

513

A Emirates completou a reconfiguração da frota do Boeing 777-200LR e retira da operação os clássicos 777-300, melhorando decisivamente a oferta aos passageiros, com os mais altos padrões de segurança e eficiência, através de uma frota de larga dimensão, muito mais moderna.

Em abril de 2019, a companhia aérea concluiu a reconfiguração do seu último avião Boeing 777-200LR, um investimento de 150 milhões de dólares na remodelação de 10 Boeing 777-200LR da sua frota. Este aviões passaram de três para duas classes, com os assentos da Classe Executiva estão mais espaçosos, no formato 2-2-2, e a cabine de Classe Económica também totalmente renovada.

A reconfiguração dos 10 aviões foi feita internamente, nas mais recentes instalações da Emirates Engineering, no Dubai. A equipa de engenharia despendeu mais de 160 mil horas no projeto, trabalhando com mais de 30 fornecedores e mais de 2.700 peças de reposição. Em média, demorou cerca de 35 dias a remover e reconfigurar na totalidade cada um dos aviões.

O primeiro Boeing 777-200LR com a nova configuração começou o serviço comercial em março de 2018 e ao longo dos 12 meses seguintes a Emirates completou a remodelação dos restantes nove aviões da frota. O projeto foi concluído quase três meses antes da data prevista.

Os passageiros podem agora experimentar o novo Boeing 777-200LR da Emirates a partir de vários destinos em toda a rede global da companhia aérea, incluindo Fort Lauderdale, Santiago, São Paulo e Adelaide.

Em linha com o seu programa de renovação de frota, a Emirates também está a trabalhar na recolha dos dois últimos aviões clássicos Boeing 777-300. O A6-EMV, entregue em fevereiro de 2003, foi retirado da frota e o A6-EMX, entregue em junho de 2003, também será removido do serviço comercial em breve.

Com a saída do clássico Boeing 777-300, a frota Boeing da Emirates será formada pelo Boeing 777-300ER e pela recentemente renovada frota de Boeing 777-200LR.

O programa de renovação da frota da Emirates para 2019 inclui a remoção dos sete aviões Boeing 777 mais antigos e a entrega de seis novos Airbus A380. A companhia aérea opera uma das frotas de aviões de larga dimensão mais novas do setor de aviação global, permitindo que os seus passageiros tenham uma experiência superior durante o voo. Uma frota de aviões mais nova permite também uma melhor eficiência de combustível e outros benefícios ambientais relacionados.

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*


CAPTCHA Image

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close