A Renault vai comercializar o novo CAPTUR na China

A Renault vai comercializar o novo CAPTUR na China

385

O Renault Captur, o SUV urbano da marca, registou desde o seu lançamento, 1,2 milhões de unidades comercializadas, reinventou-se, reforçando a sua dimensão internacional, afirmando-se o best-seller do segmento na Europa.

Num mercado fortemente competitivo, o Novo Captur reinventa-se, reforçando o ADN que está na génese do sucesso. Transforma-se com linhas SUV mais modernas, simultaneamente mais atlético e dinâmico. Modulável como sempre, é agora ainda mais habitável, graças a uma revolução interior, que lhe permite mudar de dimensão, tanto no plano tecnológico como qualitativo, com prestações dignas de um modelo do segmento superior.

O Novo Captur reforça a dimensão internacional, ao tornar-se verdadeiramente mundial. Já vendido em todos os continentes, o Novo Captur será também comercializado na China, região estrategicamente muito importante para o Grupo Renault. Terá a mesma designação em todos os mercados, incluindo na Coreia do Sul, onde será comercializado sob a marca Renault.

Mas o Novo Captur progride também na dimensão tecnológica, já que responde aos três pilares da mobilidade do futuro, tal como é apresentada no plano estratégico:

Elétrico: até 2022, o Grupo contará na sua gama com 12 modelos eletrificados. O Novo Captur será o primeiro modelo Renault a beneficiar de uma motorização híbrida recarregável E-TECH Plug-in, resultante de uma tecnologia desenvolvida pela marca.

Conectado: até 2022, 100% dos veículos comercializados nos mercados-chave serão conectados. O Novo Captur ilustra perfeitamente esta dinâmica, com o novo sistema multimédia conectado e o ecossistema Renault EASY CONNECT.

Autónomo: até 2022, o Grupo Renault irá comercializar 15 modelos dotados de tecnologias de condução autónoma. O Novo Captur será um dos pioneiros, a par do Novo Clio, na introdução das tecnologias de assistência que conduzirão à condução autónoma e que serão generalizadas em modelos do segmento B.

O Novo Captur está no centro da estratégia do Grupo que visa explorar, plenamente, as sinergias no seio da Aliança. Esta estratégia passa pelo desenvolvimento de tecnologias comuns e pela utilização de novas plataformas, como já acontece com a plataforma CMF-B utilizada pelo Novo Captur. A nova arquitetura elétrica e eletrónica permite-lhe integrar as últimas evoluções tecnológicas, para responder às novas exigências do mercado.

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*


CAPTCHA Image

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close