A TAP já voa para Banjul na Gâmbia très vezes por semana

A TAP já voa para Banjul na Gâmbia très vezes por semana

164

A TAP já voa para Banjul, capital da Gâmbia, com uma operação regular que contempla a oferta de três voos por semana à partida de Lisboa.

Os voos entre Lisboa e Banjul são operados em Airbus A320 e têm partidas de Lisboa às terças, quintas e sábados, às 20:55 e chegada a Banjul às 00:10 do dia seguinte, de onde descolam à 1:05 às quartas, sextas e domingos, para aterrar no aeroporto Humberto Delgado às 6:05, hora local.

A praia, a natureza e a aventura são imagens de marca de Banjul que dão a esta cidade africana um verdadeiro painel de cores: os mercados cheios de cor e de vida contrastam com a areia branca das praias e com o verde da natureza exuberante que caracteriza Banjul. Num cruzeiro no rio Gâmbia, que atravessa o país, podem ser visto hipopótamos, macacos e mais de 500 espécies de aves.

Os voos entre Lisboa e Banjul estão disponíveis desde 244 euros (ida), com todas as taxas incluídas, ou pela troca de 23 500 milhas, para os Clientes TAP Miles&Go (one way).

A operação teve inicio no sábado, com o voo inaugural Lisboa/Banjul. Com esta nova rota, a TAP volta a aumentar a sua operação para África, acrescentado mais um país e uma capital à sua rede de destinos no continente africano.

A TAP voa em África para Marrocos (Marraquexe, Casablanca, Tânger e Fez), Cabo Verde (Sal, Praia, S. Vicente e Boavista), Senegal (Dakar), Guiné Bissau (Bissau), Costa do Marfim (Abidjan), Togo (Lomé), Gana (Acra), S. Tomé e Príncipe (S. Tomé), Angola (Luanda), Moçambique (Maputo) e Conakri (Guiné Conakri) e Banjul (Gâmbia), num total de 12 países e 18 cidades.

Em 2018, a TAP transportou nas rotas africanas mais de 1,1 milhões de passageiros, um crescimento de 11,3% face ao ano anterior. Com os novos destinos para 2019, a TAP vai manter a rota do crescimento em África.

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*


CAPTCHA Image

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close