Agentes da GNR e PSP conduziram 131 camiões

Agentes da GNR e PSP conduziram 131 camiões

170

A Crise Energética declarada em Conselho de Ministros, para fazer frente à greve dos motoristas de matérias perigosas, envolveu entre outros operacionais, 154 elementos das forças de segurança, GNR e PSP, na condução e distribuição de combustíveis.

Segundo uma nota do Ministério da Administração Interna, entre 12 e 16 de Agosto, estes elementos “conduziram 131 veículos pesados de transporte de mercadorias perigosas, com destino às regiões de Lisboa, Faro, Setúbal, Sintra, Beja e Algarve”.

Desconhece-se para já o número de elementos do exército que participaram na operação, mas foi visivel nos meios de comunicação e confirmado nas declarações dos porta-vozes do governo, a presença destes elementos, ao volantes de diversos camiões, com destino a locais e instalações estratégicas.

Com a declaração do fim da greve pelo Sindicato Nacional de Motoristas de Matérias Perigosas e da Crise Energética por parte do Governo,  o foco dos portugueses está agora centrado na prometida reunião, que deve sentar à mesa de negociação, os representantes dos trabalhadores, das empresas e do governo, como mediador, no conflito que afeta este setor específico da economia nacional.

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*


CAPTCHA Image

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close