Alcoutim prescinde da coleta de 5% em sede de IRS

Alcoutim prescinde da coleta de 5% em sede de IRS

181

A Câmara de Alcoutim continua a prescindir da coleta de 5% em sede de IRS, sobre os rendimentos auferidos pelos contribuintes individuais com domicílio fiscal no município.

Na reunião de câmara foi ainda deliberado fixar em 0,3% a taxa mínima de IMI, a cobrar no próximo ano, redução máxima prevista na lei da taxa do IMI de acordo com o número de dependentes e uma redução até 20% da taxa de IMI a aplicar aos prédios urbanos arrendados destinados a habitação permanente.

No que respeita à aplicação do coeficiente familiar, os benefícios fiscais traduzem-se numa redução da taxa de IMI a aplicar ao prédio urbano destinado à habitação própria e permanente do sujeito passivo de acordo com o número de elementos que compõem o agregado familiar, sendo de 20 euros para as famílias com um filho, 40 euros para as famílias com dois filhos e 70 euros para as famílias com três ou mais dependentes a cargo.

Estas medidas, apesar de se traduzirem numa diminuição das receitas municipais, obrigando a um esforço adicional da autarquia, permitem aliviar a carga fiscal dos residentes no concelho, constituindo um estímulo à manutenção e atração de novos residentes.

“Conjugado com o Programa de Incentivo à Natalidade, que apoia as famílias com 5 mil euros por cada criança nascida no concelho, a redução da taxa de IMI para as famílias com filhos é mais um fator de diferenciação positiva do município, potenciador de atração e fixação de residentes e incentivador do aumento da população no nosso concelho”, sublinha o presidente da Câmara Municipal, Osvaldo dos Santos Gonçalves.

As medidas agora aprovadas serão submetidas a aprovação da Assembleia Municipal, em reunião agendada para dia 21 de setembro.

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*


CAPTCHA Image

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close