Alerta para o enfarte do miocárdio no Metro de Lisboa

460

As estações de Campo Grande e Marques de Pombal do Metropolitano de Lisboa, vão ser esta quinta feira (14), entre as 9h30 e as 11h30, palco de uma iniciativa da Associação Portuguesa de Intervenção Cardiovascular (APIC) que pretende alertar para o enfarte agudo do miocárdio.

A iniciativa da APIC, integram-se na campanha “Cada Segundo Conta”, que tem como objetivos promover o conhecimento e compreensão sobre o enfarte agudo do miocárdio e os seus sintomas; e alertar para a importância do diagnóstico atempado e tratamento precoce.

“Apesar da maioria das pessoas já identificarem quais são os sintomas do enfarte agudo do miocárdio, muitas vezes não atuam com a rapidez necessária. É importante que o tratamento ocorra o mais rapidamente possível após o início dos sintomas, reduzindo, assim, o risco de mortalidade, a reincidência de enfarte e complicações associadas”, alerta Pedro Farto e Abreu, Coordenador Nacional desta campanha.

Até ao final do ano, a campanha “Cada Segundo Conta” vai promover ações de sensibilização em empresas; apostar na formação de profissionais de saúde que trabalhem na urgência e na pré-urgência; dinamizar encontros com sobreviventes de enfarte e organizar iniciativas de educação para a saúde dirigidas à população. Para mais informações sobre esta campanha consulte www.cadasegundoconta.pt

O enfarte agudo do miocárdio ocorre quando uma das artérias do coração fica obstruída, o que faz com que uma parte do músculo cardíaco fique em sofrimento por falta de oxigénio e nutrientes. Dor no peito, suores, náuseas, vómitos, falta de ar e ansiedade são sintomas de alarme para o enfarte agudo do miocárdio. Não ignore estes sintomas. Ligue rapidamente 112 e siga as instruções que lhe forem dadas. Para evitar um enfarte é importante adotar um estilo de vida saudável: não fumar; reduzir o colesterol; controlar a tensão arterial e a diabetes; fazer uma alimentação saudável; praticar exercício físico; vigiar o peso e evitar o stress.

A Associação Portuguesa de Intervenção Cardiovascular (APIC), uma entidade sem fins lucrativos, tem por finalidade o estudo, investigação e promoção de atividades científicas no âmbito dos aspetos médicos, cirúrgicos, tecnológicos e organizacionais da Intervenção Cardiovascular.

Para mais informações consulte: www.apic.pt

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*


CAPTCHA Image

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close