Home | Sociedade | Notícia* | Algarve reforça a Rede de Cuidados Continuados
Algarve reforça a Rede de Cuidados Continuados

Algarve reforça a Rede de Cuidados Continuados

A Administração Regional de Saúde do Algarve, o Centro Distrital de Faro da Segurança Social e as Entidades gestoras das Unidades de internamento Al-Vita e do Azinhal celebraram esta sexta-feira, 9 de fevereiro, as adendas aos contratos-programa no âmbito do Despacho n.º 11482-A/2017, com vista à ampliação de 10 camas de Cuidados Continuados Integrados nas tipologias de Convalescença (5) e de Média Duração (5) em Portimão (na Unidade Al-Vita) e a reconversão de 10 camas de Média Duração e Reabilitação em Longa Duração e Manutenção na Unidade do Azinhal (Castro Marim), contribuindo desta forma para alargar a capacidade assistencial da Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados no Algarve.

A cerimónia de assinatura decorreu na sede da ARS Algarve, em Faro, contando com a presença do Presidente do Conselho Diretivo da ARS Algarve, Paulo Morgado, da Vogal do Conselho Diretivo da ARS Algarve, Josélia Gonçalves, da Diretora do Centro Distrital de Faro da Segurança Social, Margarida Flores, da Coordenadora da Equipa de Coordenação Regional de Cuidados Continuados Integrados do Algarve, Fernanda Faleiro, da gerente da Pro-FN, Serviços de Saúde, Lda da Unidade Al-Vita, Ana Paula Nunes, do Presidente e do vice-presidente da Associação de Bem Estar Social da freguesia do Azinhal, António Manuel Martins Pereira e Luís Manuel Dias Martins.

Com este reforço, a Região de Saúde do Algarve dispõe atualmente de um total 529 camas de internamento destinadas a cuidados continuados integrados, sendo 74 camas de convalescença, 138 camas para internamentos de média duração e reabilitação e 317 camas para internamentos de longa duração e manutenção.

De destacar que o Algarve é uma das Regiões do país que neste momento oferece maior cobertura assistencial a nível de internamento em cuidados continuados integrados. Também é a região que apresenta a taxa de ocupação mais elevada para todas as tipologias de internamento.

Partilhe:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close