Apoio Psicossocial na área de Cuidados Paliativos no Algarve

Apoio Psicossocial na área de Cuidados Paliativos no Algarve

119

O Centro Hospitalar Universitário do Algarve (CHUA) vai implementar, a partir deste ano, uma Equipa de Apoio Psicossocial (EAPS) na área dos Cuidados Paliativos, um projeto criado e financiado pela Fundação “La Caixa” no âmbito do Programa de Apoio Integral a Pessoas com Doenças Avançadas, designado por Programa Humaniza, em Portugal.

Para Iciar Ancizu García, responsável da delegação portuguesa da Fundação Bancária “La Caixa” – Dpt. Lucha contra la Pobreza y Humanización de la Salud, “a Fundação La Caixa, criada há mais de 100 anos, é uma das mais relevantes a nível internacional e tem como missão construir uma sociedade melhor e mais justa, que dê oportunidades às pessoas que mais delas necessitam. Tem como valores fundamentais o seu compromisso social, responsabilidade e a confiança”.

De acordo com o Diretor do Projeto no Centro Hospitalar Universitário do Algarve, o médico Giovanni Cerullo, “é esperado o reforço da atividade das equipas de cuidados paliativos do Algarve no respeita à acessibilidade aos cuidados psicossociais e espirituais das pessoas, e das suas famílias, que enfrentam uma doença grave ou incurável e com necessidade de cuidados paliativos. Assente numa perspetiva de humanização e dignidade no sofrimento, acompanhando a atividade já desenvolvida pelas Equipas Comunitárias de Suporte em Cuidados Paliativos, este projeto visa promover a continuidade do apoio no domicílio, mantendo assim um suporte direto da rede de apoio”.

Numa primeira fase, a Equipa de Apoio Psicossocial criada pela entidade colaboradora do programa (o Centro Hospitalar Universitário do Algarve), irá concentrar a sua atividade em quatro equipas recetoras: nas Unidades Hospitalares de Faro e de Portimão, ambas pertencentes ao Centro Hospitalar Universitário do Algarve, e nas Equipas Comunitárias de Suporte em Cuidados Paliativos (ECSCP) do ACES Algarve I Central e do ACES Algarve II Barlavento, estruturas integradas na Administração Regional de Saúde do Algarve.

Dada a especificidade da sua intervenção, a equipa, que será constituída por novos profissionais, será apoiada, em rede, por profissionais com larga experiência na área e já integrados nas Equipas de Cuidados Paliativos. Falando sobre a importância regional deste projeto, Giovanni Cerullo destaca o facto deste “ser um trabalho de equipa, que funciona em rede com outras estruturas”, nomeadamente com os cuidados de saúde primários através dos ACES, e com o suporte da Coordenação Regional de Cuidados Paliativos.

Um projeto desta natureza vem fortalecer a rede existente na região, possibilitando a sua própria extensão através da promoção da continuidade de cuidados, reforçando e credibilizando as boas práticas institucionais e permitindo aos profissionais irem ao encontro da comunidade, numa relação de proximidade. O Centro Hospitalar Universitário do Algarve, sem sair da sua esfera de ação, vem inovar e reforçar a sua atuação, alargando-a de forma humanista e diferenciada”, sublinha o Diretor do Projeto.

“A Coordenação Regional de Cuidados Paliativos viu com enorme agrado a candidatura do Centro Hospitalar Universitário do Algarve ao programa Humaniza, pois irá permitir reforçar a capacidade de intervenção das equipas da região ou seja, as equipas comunitárias, no âmbito dos cuidados de saúde primários e também as equipas Intra-hospitalares integradas nos cuidados de saúde secundários. A cooperação das equipas dos dois níveis de cuidados paliativos garantem maior capacidade de resposta na região, melhoram a gestão da prestação de cuidados pela hierarquização da complexidade das situações clínicas e otimizam a utilização dos recursos, traduzindo-se numa maior qualidade dos serviços prestados aos doentes com doença crónica avançada progressiva”, explica a Coordenadora Regional de Cuidados Paliativos, a médica Fátima Teixeira.

Em termos de impacto na comunidade é esperado que a atividade desenvolvida por estas equipas contribua ainda para melhorar a literacia em saúde e o acesso a cuidados diferenciados, diminuir o estigma relacionado com a morte e o luto, bem como promover o apoio informal em rede, de forma mais abrangente, permitindo otimizar recursos e alargar a rede de parcerias, tornando este projeto inclusivo e integrador.

A proposta de implementação de Equipa de Apoio Psicossocial a pessoas com doença avançada e com necessidade de cuidados paliativos integra valor acrescentado ao trabalho atualmente desenvolvido nas equipas de cuidados paliativos, na medida em que:

· Constitui um reforço na atividade assistencial das Equipas de Cuidados Paliativos da região do Algarve;
· Consolida as boas-práticas e desenvolve a implementação de abordagens psicossociais e espirituais baseadas na evidência, de acordo com os problemas específicos da pessoa. Promove ainda a capacitação do cuidador/familiar para lidar com a situação de fim de vida;
· Permite uma intervenção no luto mais estruturada, a deteção precoce dos fatores de risco e a intervenção individualizada. Numa etapa posterior, a atuação em contexto de grupo constituirá uma mais-valia para os enlutados;
· Desenvolve e envolve os voluntários nos cuidados paliativos, com formação adequada;
· Promove ações de formação e divulgação de material científico com o intuito de melhor capacitar os profissionais de saúde para a identificação precoce de necessidades psicossociais e espirituais;
· Promove a humanização e o alívio do sofrimento, bem como a consolidação das relações em fim de vida, em pessoas com maior vulnerabilidade e em situação de risco ou de exclusão social.

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*


CAPTCHA Image

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close