Assistência nos Postos de Saúde de Praia no Algarve

Assistência nos Postos de Saúde de Praia no Algarve

287

Administração Regional de Saúde do Algarve e a Cruz Vermelha Portuguesa, entidades responsáveis pelos 31 Postos de Saúde de Praia, instalados ao longo da costa algarvia, registaram no mês de Julho, um total de 2067 atendimentos diversos.

Destes atendimentos, 1159 foram para tratamentos e suturas, 244 foram devido a picadas de peixe-aranha e insetos, 394 para medições de pressão arterial, 111 para administrar injeções e 126 para realizar testes de Glicemia, tendo sido registados durante este período 33 encaminhamentos para outras unidades de saúde.

Segundo a ARS Algarve, durante este mês de julho, cerca de 68 % dos cidadãos atendidos nos Postos de Saúde de Praia não são residentes na Região do Algarve, dos quais 52 % são residentes noutras regiões do país e 16 % são estrangeiros. Os restantes 32 % são residentes no distrito de Faro, percentagens que se justificam dado o elevado número de turistas, nacionais e estrangeiros, que se encontram na região algarvia nesta época do ano.

Os Postos de Saúde de Praia com maior número de atendimentos em julho foram os de Armação de Pera, Ilha da Armona e Ilha da Culatra.

Os Postos de Saúde de Praia, com o horário de funcionamento entre as 10h e as 19h, têm como objetivo assegurar cuidados de saúde de enfermagem e dar resposta a situações clínicas que possam ser tratadas no local, funcionando também como ponto de esclarecimento e de triagem, e, em caso de necessidade, encaminhar o utente para uma unidade de saúde mais adequada, sendo que sete destes Postos manter-se-ão em funcionamento das 10:00 às 18:00 horas (1 e 16 de setembro).

Os veraneantes podem recorrer aos cuidados de saúde de enfermagem na praia em diversas situações como por exemplo insolações, quebra de tensão arterial, picadas de peixe-aranha ou pequenas feridas/escoriações para receberem tratamento no local, evitando deslocações desnecessárias para alguma unidade de saúde.

Os recursos afetos aos Posto de Saúde de Praia são potenciados através da comunicação por via telefónica entre os enfermeiros dos Posto de Saúde de Praia e o Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU) do INEM, permitindo uma integração adequada com o dispositivo de emergência pré-hospitalar.

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*


CAPTCHA Image

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close