ATOS DE MUDANÇA promove debate sobre população sem abrigo

ATOS DE MUDANÇA promove debate sobre população sem abrigo

578

A ATOS DE MUDANÇA, Associação de apoio à integração social, organiza no próximo dia 12 de Abril, no Centro Cultural Franciscano, ao Largo da Luz nº 11 em Lisboa, a conferência “Focus Group”, uma iniciativa que vai debater a problemática da população em situação de sem-abrigo.

Este encontro tem como objetivo juntar pessoas que se encontram em situação de sem-abrigo; técnicos que trabalham com estas pessoas; pessoas que nunca tiveram ou tenham contacto com pessoas sem-abrigo e representantes das instâncias e instituições públicas e/ou privadas que financiam e apoiam projetos de intervenção, para discutir este tema e obter conclusões face ao futuro.

No FOCUS GROUP estarão presentes várias entidades e associações ligadas à ação social que já têm no terreno diversas respostas, desde alojamento, alimentação, projetos de reinserção e desintoxicação, entre os quais Sérgio Cintra, do Departamento de Ação Social da Santa Casa da Misericórdia.

Esta atividade vem ao encontro dos projetos da ATOS DE MUDANÇA, centrados nas pessoas que vivem períodos de vulnerabilidade causados pelos mais diversos fatores. Neste sentido, a associação considera importante dar-lhes voz ativa, escutando as suas opiniões e/ou considerações acerca da intervenção psicossocial, acerca dos sistemas e meios de apoio que estão disponíveis uma acção tem como objetivo envolver todos os interessados na discussão para a criação de projetos e ações com maior qualidade e eficiência.

O I Encontro ATOS DE MUDANÇA está dividido em três partes:

Parte I – Focus Group (9h – 13h)

A primeira parte do encontro, que acontecerá no turno da manha é dedicada à realização de um Focus Group subjacente ao tema principal do encontro e a quatro subtemas:

– Alojamento: Tipos e eficácia das respostas – apuramento das respostas de alojamento que os participantes têm conhecimento, bem como qual a sua opinião em relação à eficácia das mesmas.

– Empregabilidade: Dificuldades e desafios – a inserção no mercado de trabalho é uma das dificuldades das pessoas sem-abrigo, quais serão os motivos desta dificuldade e como combate-los?

– Integração Social: Boas práticas – A investigação revela que o número de pessoas sem-abrigo que consegue reintegrar-se na sociedade é diminuto, pelo que o tempo de dependência dos serviços de apoio social é maior do que se espera. Quais são os motivos para esta dificuldade? Como ultrapassar as dificuldades?

– Desafios futuros: Novos paradigmas de intervenção – Face aos temas anteriores, que conclusões? Há necessidade de fazer alterações aos paradigmas de intervenção?

Parte II e Parte III – Apresentação da Associação e Debate: Pessoas Sem-Abrigo: Trajétoria(s) para a Integração Social (13h30 – 18h)

A segunda parte, que decorrerá no turno da tarde, inicia-se com a Abertura Oficial do Encontro, sendo a mesa presidida por Vasco Barata Salgueiro, Presidente da ATOS DE MUDANÇA.

Em seguida a Associada e Membro dos Órgãos Estatutários Margarida Azeredo apresentará a ATOS DE MUDANÇA – Associação de Desenvolvimento e Intervenção Social. Por último o Vice- Presidente da Direção da ATOS DE MUDANÇA e Coordenador Técnico apresentará o Projeto CoHabitar.

Debate: Pessoas Sem-Abrigo: Trajétoria(s) para a Integração Social.

Na terceira e última parte, serão apresentados os resultados obtidos no Focus Group por um dos elementos da organização. Posteriormente à apresentação a mesa constituída para o efeito comentará os resultados obtidos seguindo-se um debate aberto com a plateia.

O objetivo deste debate é encontrar respostas e/ou conclusões sólidas relativamente aos subtemas do Focus Group. Respostas em que, idealmente, todos os atores que revejam e que resultem em linhas de orientação da intervenção técnica no futuro.

Mais informações e inscrições em: atosdemudanca.pt

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*


CAPTCHA Image

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close