Casa da Música de Castro Marim completamente renovada

262

A Casa da Música de Castro Marim, um espaço de formação por excelência e que atualmente é a sede da Banda Musical Castromarinense, por cedência da autarquia, que promoveu as obras de remodelação e melhoramento de toda a instalação.

Os trabalhos incidiram na transformação das duas salas do segundo piso do edifício num único espaço, mais amplo e que servisse as necessidades da Banda Filarmónica, que passará agora a usar esta área para a escola de música. Além da demolição das antigas estruturas, toda a iluminação foi substituída por LED, com menores consumos energéticos.

A autarquia de Castro Marim, que desde sempre reconhece a importância da música na educação das crianças e jovens e o seu essencial papel na oferta cultural do concelho, continua a trabalhar na melhoria deste espaço, tendo já em execução um projeto para solucionar um antigo problema de infiltrações.

Subjacente a esta obra está uma das políticas sociais e educativas do município, que investe na formação musical, quer a nível profissional, quer a nível de públicos, valorizando os benefícios da música para os cidadãos e para a oferta cultural do concelho. A título de exemplo, refiram-se iniciativas como a animação de verão em Altura, que leva a palco a cultura musical local, a promoção das atuações espontâneas da Banda Musical Castromarinense nas Praias do concelho e a realização de grandes eventos como o “Palco do Acordeão” ou o “Festival de Lucía”.

“Iniciativas como estas, de valorização do património e dos recursos locais, abrem caminho à sustentabilidade económica, mas são sobretudo um grande estímulo social, reforçando a identidade e a autoestima da comunidade e potenciando assim uma maior e unificada projeção do território”, realça o presidente do Município, Francisco Amaral.

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*


CAPTCHA Image

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close