Cavaleiro Francês venceu em Lisboa o Grande Prémio Audi

Cavaleiro Francês venceu em Lisboa o Grande Prémio Audi

362

O Grande Prémio Audi, a prova rainha do 97º Concurso Internacional de Saltos de Lisboa (CSIO), teve como vencedor o cavaleiro Francês Harold Boisset, que montava Quolita Z. Dos 58 conjuntos que entraram em pista, 14 passaram à segunda mão da prova.

O Concurso Internacional que decorreu no fim de semana na Sociedade Hípica Portuguesa, em Lisboa,  teve o seu momento alto no sábado, com o Grande Prémio Audi, prova que na final contou com três cavaleiros portugueses.

Entraram em pista 12 portugueses, tendo-se destacado os cavaleiros Luís Sabino Gonçalves, António Matos Almeida e Hugo Carvalho que acabaram a prova com 0 pontos, garantindo presença na segunda mão. Duarte Seabra, Hugo Tavares, Norbert Ell e João Chuva terminaram a prova com 4 pontos não conseguindo ir à 2ª mão.

Harold Boisset foi o último conjunto a entrar na segunda mão e cumpriu a tradição de “os últimos são os primeiros”, saindo vitorioso num tempo imbatível de 42,06s. Quando questionado sobre o CSIO de Lisboa, o cavaleiro confidenciou que “a prova parecia muito difícil, mas saiu-me bem. Adorei a organização, é fantástica! Adoro o ambiente do concurso e o facto da Taça das Nações ter uma mão durante o dia e outra à noite faz com que seja único e especial.” No pódio seguiu-se o cavaleiro Italiano Filippo Codecasa, montando Go High della Bassanella que também acabaram com um duplo sem faltas num tempo de 44,30s. A fechar o pódio ficou o cavaleiro Francês Olivier Robert com Eros.

Os Portugueses António Matos Almeida e Luís Sabino Gonçalves penalizaram 4 pontos na segunda mão e ficaram em 6º e 8º, respectivamente. Já Hugo Carvalho penalizou 8 pontos na segunda mão, mas com um tempo rapidíssimo permitindo-o chegar ao 9º lugar.

Na primeira prova de domingo, último dia do CSIO, o Irlandês Michael Pender, com Laith, sagrou-se vencedor, com um percurso na segunda fase em 25,80 segundos e sem penalizações. O Espanhol Diego Perez Bilbao, com Quinty du Buisson terminaram segundo e em terceiro o Belga Jos Verlooy.

Os Portugueses João Chuva e António Matos Almeida alcançaram o 4º lugar e 5º lugar respectivamente. Classificaram-se ainda Rodrigo Giesteira de Almeida e Marina Frutuoso de Mello ex-aequo em 8º lugar com Elud e Cantano, respectivamente, e ainda em 10º lugar Francisca Vaz Guedes.

Jos Verlooy foi eleito o melhor cavaleiro do CSIO Lisboa 2017, enquanto António Matos Almeida ganhou a distinção para melhor atleta Português do evento e o seu cavalo Epicor da Gandarinha foi considerado o melhor cavalo nascido em Portugal do certame.

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*


CAPTCHA Image

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close