Crescem as reclamações contra o SEF no Portal da Queixa

Crescem as reclamações contra o SEF no Portal da Queixa

446

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) está a ser alvo de um número crescente de reclamações no Portal da Queixa, por parte dos cidadãos que tem de recorrer àquela instituição, que denunciam a a qualidade do serviço, refletido nas dificuldades de agendamento, na demora na entrega dos documentos, no mau atendimento e na falta de resposta.

Segundo o Portal da Queixa, que já é uma referência nacional em matéria de consumo, entre 14 de abril de 2018 e 14 de abril de 2019, as queixas relacionadas com o SEF, dispararam 139%, comparativamente com o período homólogo. A dificuldade em conseguir agendamento é a principal queixa apresentada nos períodos em análise.

O Portal da Queixa tem acompanhado a crescente insatisfação dos cidadãos estrangeiros perante os serviços prestados pelo SEF. Desde o início do ano e até ao dia 14 de abril, a maior rede social de consumidores de Portugal já viu serem registadas na sua online 133 reclamações.

A equipa do Portal da Queixa decidiu analisar dois períodos mais longos e verificou que, de 14 de abril de 2017 a 14 de abril de 2018, foram recebidas 198 reclamações, tendo constatado que o número das queixas disparou para 474, entre 14 de abril de 2018 e 14 de abril de 2019, refletindo uma significativa subida de 139%.

Entre as 133 reclamações apresentadas este ano, replicam-se os casos que denunciam o elevado tempo de espera e os obstáculos que os cidadãos estrangeiros enfrentam, por exemplo, para conseguirem a renovação do visto. Uma espera que pode levar meses.

Destaque-se que, segundo informação do SEF, são disponibilizadas diariamente 1900 vagas em todos os balcões do país. Tendo em conta que existem em todo o país 38 balcões, incluindo as ilhas dos Açores e da Madeira, basta fazer as contas para perceber que há 50 vagas diárias em cada um deles.

De referir ainda que, a marcação para revalidação de visto pode ser feita on-line para qualquer balcão do país. Mas, para aceder a este sistema, é necessário um registo que só é válido enquanto os estrangeiros residentes em Portugal tiverem os vistos, autorizações de residência, ou cartões de residência válidos.

A página do SEF no Portal da Queixa é o reflexo do descontentamento dos consumidores que procuram o serviço, uma vez que, apresenta um Índice de Satisfação de apenas 17.8 em 100.

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*


CAPTCHA Image

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close