Festival de Órgão do Algarve 2018

Festival de Órgão do Algarve 2018

126

Os próximos concertos do Festival de Órgão do Algarve 2018 apresentam uma combinação peculiar de órgão e trompa, respetivamente com Daniel Nunes e Edgar Barbosa.

Passados onze anos de edição do Festival, trata-se de uma estreia deste formato de música de câmara, que terá lugar na Igreja Matriz de Portimão a 9 de novembro (sexta-feira) e também na Igreja do Carmo em Faro a 10 de novembro (sábado).

De Manuel Rodrigues Coelho a Camille Saint-Saens, serão apresentadas obras de vários compositores que cruzam os séculos XVI a XIX.

Daniel Nunes começou a estudar órgão no Instituto Gregoriano de Lisboa e frequentou a licenciatura em Órgão na Escola Superior de Música de Lisboa. Em 2012 rumou à Holanda para prosseguir os estudos. Atualmente frequenta o mestrado em performance com os professores Pieter van Dijk e Mathias Havinga, tendo como professor convidado Louis Robilliard. Tanto em Portugal como na Holanda tem participado em diversos projectos, concursos e concertos.

Edgar Barbosa iniciou os seus estudos musicais na Associação Filarmónica União Lapense. Ingressou na Academia Nacional Superior de Orquestra, onde terminou a licenciatura com os trompistas Abel Pereira e Nuno Vaz.

É membro convidado e efetivo de diversas orquestras: Lisbon Film Orchestra, West European Symphony Orchestra, Orquestra de Cascais e Oeiras, Orquestra Clássica de Fátima. Desempenha as funções de Maestro da Banda da Associação Filarmónica União Lapense.

Os concertos realizam-se às 21h30 e são de entrada livre.

O Festival de Órgão do Algarve 2018 é organizado pela Associação Cultural Música XXI, conta com os apoios da Direção Regional de Cultura do Algarve e dos Municípios de Faro, Loulé, Tavira e Portimão, com o apoio à divulgação da Região de Turismo do Algarve, com os parceiros de comunicação Antena 2, Sul Informação e Rua FM e com o parceiro de alojamento Hotel Faro. Conta ainda com a parceria da Ordem do Carmo de Faro, do Cabido da Sé de Faro, das Paróquias de Portimão, Boliqueime e Tavira e da Misericórdia de Tavira.

Igreja Matriz de Portimão, 9 de novembro:

Manuel Rodrigues Coelho (1555-1635): Primeiro tento do primeiro tom – órgão solo

Samuel Wesley (1766-1837): Voluntary em ré menor – órgão solo

Johann Jacob Froberger (1616-1667): Canzona in F major, Fbwv 303 – órgão solo

George Frederic Handel (1685-1759): Suite no.2 em Ré maior (Water Music)

Camille Saint-Saens (1835-1921): Romance

Joseph Haydn (1732-1809): Concerto no.1 para trompa

 

Igreja do Carmo (Faro), 10 de novembro:

Manuel Rodrigues Coelho (1555-1635): Primeiro tento do primeiro tom – órgão solo

Francisco Correa de Arauxo (1584-1654): Tiento sobre la batalla de Morales – órgão solo

Johann Jacob Froberger (1616-1667): Canzona in F major, Fbwv 303 – órgão solo

George Frederic Handel (1685-1759): Suite no.2 em Ré maior (Water Music)

Camille Saint-Saens (1835-1921): Romance

Joseph Haydn (1732-1809): Concerto no.1 para trompa

Página FB: https://www.facebook.com/festivalorgaoalgarve/

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*


CAPTCHA Image

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close