GNR do Porto desmantelou rede de jogo ilegal

GNR do Porto desmantelou rede de jogo ilegal

442

A Unidade Fiscal da GNR do Porto, desmantelou na quarta feira, 4 de abril, uma rede ilegal de exploração de apostas desportivas. A operação “ShowDown”, decorreu no âmbito de uma investigação dirigida pelo Departamento de Investigação e Ação Penal do Porto.

A atividade criminosa desmantelada consistia na disponibilização, gestão, pagamento e cobrança de valores relativos a apostas desportivas, as quais eram efetuadas mediante o acesso a sites disponibilizados em estabelecimentos comerciais.

No decurso desta operação, na qual foram empenhados 138 militares da Unidade de Ação Fiscal e da Unidade de Intervenção, foram realizadas 41 buscas em diferentes localidades dos distritos de Porto, Braga e Viana do Castelo, vinte das quais a estabelecimentos comerciais, onde eram disponibilizados os acessos aos sites para a prática ilícita de apostas desportivas, cinco a empresas envolvidas na exploração de sites de apostas desportivas, quinze a domicílios e uma a um armazém que funcionava em apoio à atividade ilícita desenvolvida.

Em simultâneo, foram também realizadas buscas na Áustria e na Alemanha, locais onde se encontravam os servidores utilizados na exploração do jogo ilícito.

Como resultado das diligências realizadas, destacam-se as seguintes apreensões:

· 50 veículos automóveis, no valor estimado de um milhão e duzentos mil euros;
· Quatro motociclos no valor presumível de 31 mil euros;
· 54 dispositivos informáticos na exploração do jogo ilícito e realização de apostas desportivas online (tablets, discos externos, pen drives e impressoras)
· 36 computadores;
· Sete máquinas de jogo;
· 24 telemóveis;
· Cerca de quatro mil euros em numerário.

Foram ainda arrestados bens imóveis e contas bancárias no montante de cerca de 292 mil euros.

A operação, considerando a dimensão transnacional dos ilícitos sob investigação, teve no plano da cooperação policial, o patrocínio e o apoio operacional da EUROPOL, que disponibilizou também um analista para acompanhar as diligências em território nacional, e, no âmbito da coordenação da cooperação judiciária, a intervenção do EUROJUST.

Nesta operação foram detidos nove indivíduos e 21 foram constituídos arguidos, tendo sido elaborados nove autos de noticia por exploração ilícita de apostas desportivas e jogos de fortuna e azar.

Os detidos estão a ser presentes no Tribunal de Instrução Criminal do Porto, para aplicação de medidas de coação, estando indiciados pela prática dos ilícitos criminais exploração ilícita de jogos e apostas online, associação criminosa e fraude fiscal qualificada.

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*


CAPTCHA Image

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close