Londres continua a ser o alvo do investimento imobiliário em 2015

185

Os investidores do mercado imobiliário internacional continuam confiantes, demonstram intenções de expandirem os seus negócios, a nível global, 53% planeiam aumentar as aquisições em 2015, de acordo com o Global Investor Intentions Survey 2015 da CBRE.

O apetite dos investidores por compras internacionais aumentou de forma significativa, 38% dos inquiridos pretendem investir fora da sua região em 2015.

Em 2014, esse número era de 28%. Entre estes investidores, 31% identificaram a Europa Ocidental como o principal destino do investimento. Independentemente do abrandamento na China, 27% dos inquiridos continuam a olhar para a Ásia como a região preferencial para os seus investimentos, já que este continente continua a apresentar um crescimento económico superior a outras regiões, e a auferir de um significativo potencial de crescimento a longo prazo.

Londres mantém a sua posição como a cidade preferida para investimentos, enquanto outros centros nevrálgicos como Tóquio, Sidney, Nova Iorque e Paris continuam a fazer parte do Top 10.

As cidades de segunda linha também foram alvo de maior investimento em 2015. Madrid, Dallas e Seattle entraram, de resto, para a lista de Top 10. Este facto reflete a procura de retornos mais atrativos por parte dos investidores, assim como um maior conhecimento e confiança no que respeita a um maior número de cidades globais.

Verifica-se ainda um maior apetite entre os investidores da Europa, Médio Oriente e África (EMEA) e da América do Norte por investimentos de valor acrescentado fruto de cenários de oportunidade. Em contraste, assinala-se um salto significativo na região da Ásia Pacífico relativamente às escolhas de ativos de primeira linha dos investidores: 43% em 2015 comparado com 29% no ano anterior.

“O apetite pelo investimento imobiliário global está a aumentar à medida que mais investidores pretendem aplicar capital fora da sua região em 2015. A concorrência por ativos está a intensificar-se numa altura em que muitos investidores planeiam sair da curva de risco em busca de taxas de rentabilidade mais elevadas, uma tendência que irá ter como consequência uma maior incidência em investimentos fruto de oportunidades e de valor acrescentado. Acreditamos que um ambiente caracterizado por juros baixos, pela expansão económica e por um aumento do número de mercados – e as inerentes melhorias nos princípios base do imobiliário – irá atrair capital ao investimento imobiliário comercial”, referiu Chris Ludeman, Global President da CBRE Capital Markets.

Partilhe:




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*


CAPTCHA Image

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close