Home | Saúde | “Na Bexiga Mando Eu” vai invadir os transportes públicos
"Na Bexiga Mando Eu" vai invadir os transportes públicos

“Na Bexiga Mando Eu” vai invadir os transportes públicos

A campanha “Na Bexiga Mando Eu” vai invadir os transportes públicos nos próximos dias 7 a 14 de março, para assinalar a Semana da Incontinência Urinária que decorre de 5 a 11 de março e o Dia da Incontinência Urinária a 14 de março.

As estações de transportes públicos vestem-se de amarelo e roxo para sensibilizar para o impacto a Bexiga Hiperativa pode ter na qualidade de vida das pessoas.

Nestes dias, o metropolitano de Lisboa e do Porto, Metro Transportes do Sul, Soflusa, Transtejo, Clube Náutico de Almada e a Fertagus, participam neste alerta para a problemática da Bexiga Hiperativa, que afeta cerca de 1.700.000 portugueses com mais de 40 anos, independentemente do género.

A Bexiga Hiperativa é caracterizada por sintomas como a necessidade urgente de urinar, a necessidade de ir frequentemente à casa de banho e, inclusivamente, perdas de urina. Na Semana da Incontinência Urinária e Dia da Incontinência Urinária, a plataforma “Na Bexiga Mando Eu” pretende “desmistificar esta patologia, destacando a existência de estratégias e de tratamento, que permitem um maior controlo da bexiga.

Para Custódia Gallego a campanha “Na Bexiga Mando Eu” é de extrema importância porque permite apoiar e levar informação de qualidade às pessoas que sofrem de Bexiga Hiperativa. Os doentes merecem saber que podem melhorar a sua qualidade de vida, através de estratégias de controlo da bexiga, que promovem um estilo de vida mais saudável.”

Como parte da campanha “Na Bexiga Mando Eu”, o blog e a página de Facebook começam a disponibilizar dicas de alimentação e atividade física, esclarecendo dúvidas dos utilizadores, tudo por uma bexiga mais saudável.

“Na Bexiga Mando Eu” é uma plataforma online, criada pela Astellas Farma, que conta com o apoio da Associação Portuguesa de Neurourologia e Uroginecologia.

Partilhe:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close