Home | Crónica da Semana | Nova esperança para o Plano Nacional para a Demência
Nova esperança para o Plano Nacional para a Demência

Nova esperança para o Plano Nacional para a Demência

Nas últimas três décadas a Alzheimer Portugal desenvolveu um trabalho meritório no âmbito da informação, da sensibilização, da formação e da prestação de cuidados às pessoas com doença de Alzheimer. Este é um precioso legado, iniciado pelo Professor Doutor Carlos Garcia, que nos responsabiliza e que, simultaneamente, nos motiva na busca incessante das melhores soluções para os desafios que as famílias têm de enfrentar todos os dias.

Muitas vezes, pode ser difícil perceber a diferença entre as mudanças características do envelhecimento e os primeiros sinais da doença de Alzheimer. A perda de memória é uma característica natural do envelhecimento. Mas quando a perda de memória começa a perturbar a vida quotidiana da pessoa, já não estamos a falar de algo natural, mas sim daquilo que poderá ser um sintoma de demência.

Manter-nos-emos focados na urgência do reconhecimento, pelos decisores políticos, da Doença de Alzheimer como uma prioridade a ser incluída nas políticas de saúde e de segurança social a serem implementadas. Tudo faremos para que o Plano Nacional para a Demência seja uma realidade e não apenas uma promessa que tarda a ser cumprida.
Estamos igualmente apostados na recolha dos últimos ensinamentos sobre a Doença de Alzheimer, na sua divulgação, aplicação e promoção da investigação, de forma a contribuir para um melhor conhecimento das suas causas, efeitos e profilaxia.

A Alzheimer Portugal é a única organização em Portugal, de âmbito nacional, especificamente constituída com o objetivo de promover a qualidade de vida das pessoas com doença de Alzheimer e dos seus familiares e cuidadores. Pode consultar o site da associação através do endereço www.alzheimerportugal.org

A Organização Mundial de Saúde estima que em todo o mundo existam 47.5 milhões de pessoas com demência. A doença de Alzheimer assume, neste âmbito, um lugar de destaque, representando cerca de 60 a 70% de todos os casos de demência (World Health Organization [WHO], 2015).

José Carreira
Presidente da Associação Alzheimer Portugal

Partilhe:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close