Nuno Matos foi o piloto do Road TT Solidário em Portalegre

Nuno Matos foi o piloto do Road TT Solidário em Portalegre

1202

road-tt-solidario-1-300-_abNuno Matos o Campeão Nacional de Todo o Terreno, foi no passado sábado, o promotor de uma experiência única para sete dezenas de pessoas, que tiveram a oportunidade de sentir a adrenalina da competição, perceber a sensação de se viajar no banco do co piloto, a alta velocidade, por trilhos e caminhos de terra.

Os participantes no Road TT Solidário em Portalegre, rodaram no Opel Mokka Proto, o evento de co-drives que teve lugar no percurso do Prólogo da Baja de Portalegre, com a receita do evento a reverter na íntegra para três instituições solidárias de Portalegre.

Criado em 2012, o Road TT Solidário pretende auxiliar instituições de carácter social sediadas em diferentes localidades por onde passa o Campeonato Nacional de Todo-o-
Terreno. Desde então, a iniciativa já passou por Fafe, Proença-a-Nova, Oleiros, Idanha-a-Nova, Reguengos de Monsaraz e Portalegre, cidade que este sábado voltou a albergar o evento
organizado pela Opel Mokka Proto Team.

road-tt-solidario-2-300-_abNaturalmente, Nuno Matos foi um dos protagonistas num dia repleto de emoções para um total de 71 pessoas, que se inscreveram no evento para poderem rodar ao lado do campeão nacional.

Cada um dos participantes adquiriu um pack no valor de 30 euros onde estavam incluídos o codrive e um conjunto de brindes da equipa, com a receita a reverter na totalidade para três
instituições solidárias: a CERCI Portalegre – Cooperativa para a Educação e Reabilitação de Cidadãos Inadaptados, a APPACDM Portalegre – Associação Portuguesa de Pais e Amigos do
Cidadão Deficiente Mental, e os Bombeiros Voluntários de Portalegre.

Como se pode imaginar, a adesão ao evento obrigou Nuno Matos a um intenso dia de co-drives na Herdade das Coutadas, em pleno percurso da Baja de Portalegre. “Foram cerca de 350 km.
Cheguei ao final do dia cansado mas feliz”, afirmou Nuno Matos, mentor do Road TT Solidário.

“Claro que ver esta adesão é extremamente gratificante e, dentro do possível, espero ter contribuído para ajudar a atividade destas três instituições que diariamente fazem um trabalho
notável em Portalegre e não só. O sucesso do Road TT deve-se a cada uma das pessoas que participaram. Por outro lado, é muito bom ver a reação de pessoas que nunca tinham sequer
estado perto de um carro de competição. Só tive pena de não poder aceitar mais inscrições, por limitação de tempo, mas espero no futuro poder realizar mais dias como este. No fundo, foi um
momento de celebração a culminar uma época fantástica a todos os níveis”, resumiu o piloto de Portalegre, único português a sagrar-se campeão de T1, T2 e T8, além de ter vencido a Taça FIA de Bajas T2.

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*


CAPTCHA Image

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close