“O de Hollande, vai para lá da traição… É brutal”

211

A edição espanhola da Revista Vanity Fair que foi hoje colocada à venda, tem Valérie Trierweiler a ex-primeira dama de François Hollande a fazer a capa, onde se lê que “O de Hollande, vai para lá da traição… É brutal”.

Pelo que se percebe a “vendeta” já começou,  o circulo mais íntimo de Valerie e do seu irmão William Massonneau, tem estado a desvendar alguns dos segredos da relação do Presidente Francês, relativamente à vida do casal nos últimos oito anos.

“Vou destruir-te, como tu me destruiste a mim”, é a frase que Valerie terá gritado a François Hollande na noite fatídica, revela um amigo do círculo da ex-primeira dama à Vanity Fair, garantindo que esta continua furiosa, a sofrer, sem conseguir libertar-se da sensação de humilhação.

A frase “O de Hollande, vai para lá da traição… É brutal”, é do irmão da ex-primeira dama, um engenheiro informático de cinquenta anos, que na entrevista exclusiva à revista, diz que a capacidade de Hollande para levar vidas paralelas o ultrapassa, o poder de sedução do presidente é impressionante, acrescentando que “A relação entre a minha irmã e Hollande, estava apenas influenciada pelos acontecimentos políticos. O casal já não era Valerie e François, mas apenas o presidente e a primeira dama”.

A revista revela nesta edição, entre outras, os primeiros SMS trocados entre o casal, depois de Valerie ter despertado no hospital, onde dormiu dois dias seguidos, por influência da fortíssima carga de medicação que lhe foi dada, tendo acordado completamente confusa, sem se lembrar de nada, convencida que tinha dormido um par de horas.

Fontes próximas do casal terão mesmo revelado à revista, que muitos membros do Partido se mostram preocupados e temem as consequências, tendo havido quem tenha afirmado que a situação é comparada a “uma granada, pronta a explodir”.

A história está aí, a coisa promete, o circulo de Valerie diz ter revelações para fazer que são “bomba”, só falta saber até onde chega a novela e perceber, as consequências para François Hollande e até mesmo para o partido que o levou à presidência.

IP/Carlos Santomor

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*


CAPTCHA Image

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close