Os desafios da indústria automóvel no futuro

Os desafios da indústria automóvel no futuro

130

O Presidente da SEAT, Luca de Meo foi o protagonista do encontro do Círculo Financeiro da Sociedad Económica Barcelonesa de Amigos del País (SEBAP). Num encontro presidido por Isidro Fainé, Presidente da CriteriaCaixa e da Fundação Bancária “la caixa”, de Meo enumerou os desafios que a indústria em geral, e a do automóvel em particular, irá enfrentar nos próximos anos.

Na conferência, sob o título “Password: cooperação”, o Presidente da SEAT sublinhou a importância da indústria automóvel para Espanha: “Nos dias de hoje, é um pilar de desenvolvimento económico do país. Gera mais de 250.000 empregos diretos e tem quase dois milhões de trabalhadores ligados ao setor”, um valor equivalente a 9% da população ativa do país.

O excelente momento que a SEAT atravessa atualmente foi outro dos temas abordados por Luca de Meo. “Em 2017 vendemos mais de 468 mil veículos, fabricámos 455 mil automóveis em Martorell, exportámos 80% da produção e empregámos quase 15 mil pessoas. E tudo isto se traduziu em lucros de 281 milhões de euros”. De Meo quis sublinhar que “o que verdadeiramente me enche de orgulho é ajudar a criar prosperidade e progresso na organização e à sua volta. A SEAT representa 0,8% do PIB espanhol e quase 3% das exportações. E podemos afirmar que, por cada trabalhador da SEAT, são gerados sete empregos indiretos, ou seja um total de 100 mil empregos”.

A multinacional espanhola tem um Centro Técnico que se configura um “núcleo de conhecimento” que integra cerca de 1.000 engenheiros que têm como objetivo impulsionarem a inovação do maior investidor industrial I&D em Espanha. A SEAT disponibiliza a mais recente tecnologia de conetividade na sua gama de veículos e está empenhada num processo de digitalização global da empresa para impulsionar a mobilidade do futuro.

O Grupo SEAT emprega 14.700 profissionais nos seus três centros de produção: Barcelona, El Prat de Llobregat e Martorell, onde fabrica o Ibiza, Leon e Arona. Adicionalmente, a companhia produz o modelo Ateca e o Toledo na República Checa, o Alhambra em Portugal e o Mii na Eslováquia.

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*


CAPTCHA Image

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close