Parceria Universidade do Texas com o Governo Português

Parceria Universidade do Texas com o Governo Português

369

A Universidade do Texas e o Governo Português, assinaram esta quinta feira, o contrato que renova por mais dez anos, a colaboração em tecnologias emergentes e reforço da rede de empreendedorismo tecnológico UTEN.

A investigação colaborativa vai centrar-se em quatro temas bandeira, a abordagem integrada das áreas do Atlantic International Research (AIR) Center, que são Espaço, clima, Terra e Oceanos, a computação avançada, a nanotecnologia e a física médica. Portugal vai continuar a apostar no impacto da transformação de ciência em tecnologias de grande valor internacional continuando a colaboração com a rede UTEN. a University Technology Enterprise Network.

O reforço na computação avançada, que faz parte do programa UT Austin | Portugal desde o início, visa capacitar Portugal de todos os recursos necessários à modelação digital e à ciência de dados com vista a alavancar a investigação espacial e de observação da Terra e com isso explorar os ativos mais valiosos do país, nomeadamente nas áreas do novo AIR Center.

Na área da física médica a aposta é na colaboração com o MD Anderson Cancer Center com vista a capacitação e treino em tecnologia nuclear de protões de alta energia com vista a terapias oncológicas promissoras. No que respeita à nanotecnologia, estabelece-se uma nova agenda de investigação e inovação que visa uma abordagem integrada para o desenvolvimento de materiais novos e complexos para novos mercados.

As dez empresas que vão apoiar e colaborar com o programa UT Austin Portugal, são a Abyssal, Deimos Engenharia, Edisoft – Empresa de serviços e desenvolvimento de software, Graphenest, Companhia IBM Portuguesa, Omnidea, Petsys Electronics – Medica Pet Detectors, Tekever e Wavecom Soluções Rádio.

A direção do programa, em Portugal, vai ficar a cargo de José Manuel Mendonça, presidente do Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência (INESC TEC) e docente da FEUP, e, nos EUA, de John Ekerdt, Reitor Associado de Investigação em Engenharia na Universidade do Texas em Austin.

A parceria internacional UT Austin| Portugal / Governo Português, que já conta com dez anos, envolveu mais de 300 estudantes de pós-graduação, mais de 100 investigadores pertencentes a cerca de 50 universidades e instituições de investigação e 13 empresas afiliadas. Os programas doutorais estabelecidos em Digital Media, Computação Avançada e Matemática Aplicada, graduaram mais de 50 novos Doutores em Portugal. A iniciativa UTEN gerou um impacto económico direto superior a 318 milhões de euros, dos quais 72 milhões de euros em capital de risco atraído por empresas nacionais nos EUA e 133 milhões de euros de tecnologia exportada.

Esta sexta feira, 16 de fevereiro, decorre na UPTEC um workshop promovido pelo programa UT Austin|Portugal. A receção tem lugar às 10h30, monitorizado por Rui Oliveira, administrador do INESC TEC e docente na Universidade do Minho, e Marco Bravo, diretor executivo do programa UT Austin Portugal.

O primeiro workshop começa às 11h00 e vai focar-se na computação avançada, o segundo tem início às 13h00 com o tema da nanotecnologia e o último, com hora marcada para as 14h00, vai tratar do tema investigação espacial e de observação terrestre. A sessão de encerramento vai ser feita por John Ekerdt, às 16h00.

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*


CAPTCHA Image

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close