Casa Fernando Pessoa em Janeiro e Fevereiro

Portas abertas na Casa Fernando Pessoa para os livros!

297

As portas da Casa Fernando Pessoa” abrem-se no início deste ano de 2016 para o “espaço da literatura, para os mundos dos livros, para o lugar da poesia. Para lá dos livros apresentados e discutidos, pontuam ainda o calendário as visitas regulares e temáticas, uma oficina para pais e crianças e as parcerias.

Os livros apresentados e discutidos, são desde logo, no dia 21 de Janeiro, quinta, às 18h30, a nova edição do Livro do Desassossego, aqui em modo plural e na perspectiva da Professora Teresa Rita Lopes.

Diz-nos a autora de Livro(s) do Desassossego que “No plural? – será a primeira surpresa. É verdade: o Livro é três livros: assinados por três autores, perfeitamente diferenciados: o Primeiro por Fernando Pessoa que, a certa altura, nomeou Vicente Guedes seu representante, o Segundo pelo Barão de Teive e o Terceiro por Bernardo Soares.” A acompanhar a autora nesta conversa estará António Carlos Cortez.

Mais tarde, em Fevereiro, dia 11, quinta às 18h00, um outro livro será ponto de partida para um debate alargado: Mariana Gray de Castro apresenta Fernando Pessoa’s Shakespeare: The invention of the Heteronyms e conversa com Richard Zenith, Miguel Tamen e António Feijó sobre a grande paixão literária de Pessoa, William Shakespeare.

Os meses de Janeiro e Fevereiro são também pontuados por diferentes parcerias. Regressa o ciclo Sem casas não haveria ruas que, a cada mês, nos une à Fundação José Saramago e à editora BOCA.

Em Fevereiro, dia 6, sábado, às 17h00, o Sem casas não haveria ruas celebra a poesia de Nuno Moura. Iniciamos, fora de casa, com o Teatro Nacional D. Maria II, o Clube dos Poetas Vivos que, para arrancar, dia 2 de Fevereiro, terça, às 19h00 escolhe Hélia Correia. A coordenação deste ciclo cabe à actriz Teresa Coutinho. E passamos a receber os encontros da associação Acesso Cultura que, em Fevereiro, debate o papel da cultura na crise dos refugiados.

As propostas do Serviço Educativo para estes dois meses dividem-se entre as visitas temáticas Amor+Pessoa e Almada em Pessoa, e a oficina para pais e crianças “Descalçar botas d’elástico” e fazer uma revista modernista. As visitas regulares, em português e em inglês, têm, desde dia 1 de Janeiro, novos horários, indo assim ao encontro das necessidades de quem nos visita.

A Casa Fernando Pessoa é a casa habitada pelo autor nos últimos 15 anos de vida e onde é possível visitar o seu quarto, a sala multimédia e consultar a biblioteca temática, especializada em Fernando Pessoa e poesia.

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*


CAPTCHA Image

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close