Reunião do Conselho de Inovação Regional do Algarve (CIRA)

Reunião do Conselho de Inovação Regional do Algarve (CIRA)

281

O Secretário de Estado do Desenvolvimento e Coesão, Nelson de Souza, presidiu na quinta feira em Albufeira, à abertura dos trabalhos da 3ª Reunião do Conselho de Inovação Regional do Algarve (CIRA), órgão consultivo que junta representantes de entidades públicas, associações, empresas e a academia, no âmbito da dinamização da Estratégia Regional para a Especialização Inteligente (RIS3 Algarve).

Para o governante, “o Portugal 2020 tem um balanço bastante positivo». Em termos de execução, temos 77% da verba comprometida e 30% executada, o que coloca Portugal como o país com o maior nível de execução ao nível europeu, entre os países que têm pacotes financeiros semelhantes, acima de 5 mil milhões de euros”.

“O Algarve dispõe de um programa específico, com taxas de compromisso e de execução na ordem dos 60% e dos 17%, respetivamente, o que coloca a região em linha dos outros programas operacionais regionais do continente”, afirmou o governante, desafiando os participantes a envolverem-se na elaboração da estratégia pós-2020 e a procurarem novas formas de financiamento, para além dos fundos da União Europeia», acrescentou Nelson de Souza, felicitando a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR Algarve) pelo trabalho desenvolvido na preparação do Portugal 2030.

Durante a reunião do CIRA, dinamizada pelo Órgão de Acompanhamento das Dinâmicas Regionais da CCDR Algarve foi aprovada a criação de dois novos grupos de trabalho nos domínios temáticos das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) e das Indústrias Culturais e Criativas (ICC), completando assim o modelo de governança da RIS3 Algarve.

Segundo destacou o presidente da CCDR Algarve, Francisco Serra, “o encontro foi um momento para balanço dos trabalhos, de partilha e reflexão sobre o caminho já percorrido na região no âmbito da preparação do período pós-2020”.

Recorde-se que o CIRA tem como missão concreta acompanhar e dinamizar a execução da Estratégia Regional de Especialização Inteligente (RIS3 Algarve).

No período da tarde decorreu uma sessão pública, amplamente participada, sobre a implementação da RIS3 Algarve, onde foram partilhados projetos inovadores apoiados pelos Fundos Europeus Estruturais e de Investimento (FEEI) nos domínios do Turismo; Mar; Agroalimentar; Energias Renováveis; Saúde; TIC e Indústrias Culturais e Criativas.

A sessão terminou com as intervenções de Alexandre Almeida, da Agência Nacional de Inovação (ANI), e de António Sampaio Ramos, da Agência para o Desenvolvimento e Coesão (AD&C), que levantaram a “ponta do véu” sobre o futuro dos fundos europeus e as perspetivas de desenvolvimento das políticas públicas de inovação e competitividade, que motivaram o debate entre os participantes.

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*


CAPTCHA Image

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close