Salpicos do Mundo (1)

206

BulgáriaBULGÁRIA – Atentado executado por um “homem-bomba” em 18Jul., num autocarro que se encontrava no parque de estacionamento exterior do aeroporto internacional de Burgas, com turistas de nacionalidade israelita, fez trinta e três feridos e seis mortos. No dia seguinte, o Primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, apressou-se a apontar o dedo ao “Hezbollah”, acabando por prometer uma forte reacção como resposta ao acto terrorista.

 GréciaGRÉCIA – País da Europa que é membro da Comunidade Europeia, tem bloqueado sistematicamente ao longo dos tempos, todas as tentativas por parte dos muçulmanos para construírem uma mesquita, apesar da existência neste país de outras congregações religiosas com os seus templos, assim, cerca de 500.000 muçulmanos para cumprirem as suas obrigações religiosos têm que ir para locais pouco dignos, como; catacumbas, armazéns, entre outros.

 HungriaHUNGRIA – Em Budapeste, foi descoberto um criminoso de guerra nazi, o então chefe da polícia do gueto de judeus eslovacos na cidade de Kosice, o húngaro László Csatary, agora com 97 anos de idade. Segundo o Centro Simon Wiesenthal, com sede em Jerusalém, este criminoso de guerra tratava cruelmente os judeus do gueto, obrigando-os a cavar trincheiras com as mãos sem qualquer protecção e chicoteava ferozmente as mulheres. Nos dias de hoje e cansado do seu passado, vive num edifício de construção moderna num 5º andar, do qual é proprietário, apesar de pagar sempre o condomínio nunca compareceu às reuniões e parece que os vizinhos simplesmente ignoram o seu passado.

 SomáliaSOMÁLIA – Em Mogadíscio, bomba colocada no carro do deputado parlamentar Mohamud Abdi Ibrahim, acaba por o matar (pertencia à Aliança que formou governo em 2009 através de um acordo da partilha de poder em Djibouti), o atentado foi prontamente reivindicado pelo grupo “Al Shabaab”, braço da “Al Qaeda”, desde Fevereiro, o seu porta-voz prometeu intensificar a luta, contra todos aqueles que sejam apoiados ou apõem o ocidente, o mesmo grupo em 17Jul., lançou um camião carregado de explosivos contra o complexo ministerial matando 70 pessoas. em 18Jul., infiltrou um “homem-bomba” que se fez detonar no palácio presidencial, acabando por matar 4 pessoas, em suma, a capital está a ferro e fogo, num país que desde 1991 não tem um governo central.

Por: Carlos Fernandes de Carvalho
“escreve sem acordo ortográfico”

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*


CAPTCHA Image

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close