Home | Ciência & Tecno | Tecnologia de gestão de vários aeroportos em simultâneo
Tecnologia de gestão de vários aeroportos em simultâneo

Tecnologia de gestão de vários aeroportos em simultâneo

A AVINOR, fornecedor de serviços de navegação aérea da Noruega e a Indra, atravez da sua filial Indra Navia na qualidade de fornecedores tecnológicos, completaram com êxito o primeiro exercício de simulação do conjunto de validações que se levarão a cabo, no âmbito do programa SESAR 2020, para testar a tecnologia que permitirá gerir remotamente, a partir de uma única posição de controlo, o tráfego aéreo de vários aeroportos.

As torres remotas foram desenvolvidas para gerir um único aeroporto e são consideradas um conceito revolucionário. Mas o maior impacto desta nova tecnologia que visa responder aos objetivos de negócio dos operadores e prestar uma maior eficiência operacional, reduzindo custos, virá da gestão simultânea de vários aeroportos.

No final de março, a Indra Navia realizou nas suas instalações em Asker, na Noruega, os primeiros exercícios de validação para estudar a capacidade dos controladores aéreos enquanto prestam serviço a vários aeródromos, a partir de uma única posição de controlo aéreo integrado.

A plataforma de testes, que tem por base os sistemas de gestão de tráfego aéreo da Indra, permitiu uma recriação totalmente integrada do ambiente da torre, em 3D, do tráfego nos aeroportos noruegueses de Røst, Haugesund e Bodø. Toda a informação relevante e controlo foram feitos pela InNOVA, a posição de controlador aéreo que também prestou a informação radar, meteorológica, monitorização e controlo do aeroporto e etiquetas de voo ou flight strips para os três aeródromos. A plataforma de validação também utilizou outras ferramentas, como o sistema de comunicações de voz para operações aéreas.

Para este teste, a Indra desenvolveu uma ferramenta de planeamento e gestão específica. Este sistema apresentou ao controlador uma linha de tempo que o ajudou a visualizar de forma gráfica e intuitiva os voos pendentes com base na informação das chegadas e partidas disponível.

No âmbito do exercício, três controladores com uma vasta experiência foram expostos a três cenários diferentes com muito tráfego e complexidade. Após os exercícios foram feitas entrevistas para avaliar aspetos como a consciência situacional, diferentes factores humanos, carga de trabalho percepcionada, limitações operacionais, viabilidade e ferramentas para conseguir uma maior capacidade de análise, etc.

O teste de validação deu informação e resultados de grande valor que servem de base para abordar o nível seguinte de maturidade e materializar o conceito de gestão remota de vários aeroportos de forma simultânea. Os resultados iniciais indicam claramente que é possível fazê-lo.

O Programa de Torres Remotas da AVINOR contempla a implementação desta tecnologia para gerir 15 aeroportos a partir de um único Centro de Torre Remota. “Estamos muito contentes porque esta validação nos mostrou que estamos no caminho certo”, referiu Jam Østby, diretor de Serviços Remotos da AVINOR ANS.

Partilhe:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close