Home | Saúde | Tecnologia que ajuda os idosos a serem mais autónomos
Tecnologia que ajuda os idosos a serem mais autónomos

Tecnologia que ajuda os idosos a serem mais autónomos

O centro de investigação Fraunhofer Portugal AICOS, no Porto e a empresa holandesa Gociety Solutions, desenvolveram o GoLiveClip, um dispositivo concebido para melhorar a saúde e a segurança do utilizador.

Esta tecnologia ‘made in’ Portugal foi posta à venda esta semana na Holanda, e pode estar a caminho de vários países através da Gociety Solutions.

Com o aumento da expectativa de vida dos portugueses, as novas tecnologias apresentam-se como uma ferramenta indispensável para a melhoria da qualidade de vida dos idosos. Foi a pensar nisto que a Fraunhofer Portugal AICOS se tem vindo a focar na criação de soluções de investigação aplicada no âmbito do Ambient Assisted Living (AAL).

O GoLiveClip, um dispositivo que permite ao utilizador alertar contactos de emergência através de um botão de alerta, regista a atividade física diária, e consegue detetar e até avaliar o risco de quedas. O dispositivo wearable está ligado à GoLivePhone app, já disponível no Google Play (compatível com smartphones com Bluetooth e Android 5.1, ou mais recente), que oferece várias funcionalidades, como chamadas para contactos de emergência, alertas para a toma de medicamentos, e localização GPS, entre outras.

A tecnologia que serviu de base a este produto foi desenvolvida na Fraunhofer Portugal AICOS. O Smart Companion, uma aplicação Android desenhada especificamente para colmatar as necessidades da população sénior, e os Pandlets, sensores de movimento para dispositivos sem fios, que permitem a monitorização de atividade física, a deteção de quedas, e localização por GPS, foram ambos desenvolvidos no centro de investigação do Porto.

O lançamento deste produto reforça o papel do Fraunhofer Portugal AICOS como um forte parceiro da indústria, capaz de levar a cabo investigação aplicada com utilidade direta para os seus parceiros e clientes, e contribuir para a melhoria da qualidade de vida dos seus utilizadores finais.

Partilhe:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close