Três concertos de Simone e Zélia Duncan em Outubro

Três concertos de Simone e Zélia Duncan em Outubro

458

Simone e Zélia, trazem de volta aos palcos nacionais em Outubro, as memórias, os caminhos trilhados por uma e por outra, o que ainda não veio, as convergências e as distinções, tudo num espetáculo único. O primeiro concerto está agendado para dia 4 de Outubro no Salão Preto e Prata do Casino Estoril. Dia 6 atuam na Casa da Música, no Porto e dia 7 no Coliseu Lisboa.

O ponto mais relevante deste trabalho conjunto é, justamente, o repertório e a alegria em realizá-lo. É um show pensado para a dupla. As cantoras abrem vozes, dividem as canções, estão juntas no palco boa parte do espetáculo. São duas solistas por excelência, que têm imenso prazer em cantar juntas.

A amizade que Simone e Zélia nos apresentam em palco e fora dele, coaduna os preceitos de Platão, de Hermínio Bello de Carvalho, de Milton Nascimento (amigo é coisa pra se guardar…)…despem-se das várias diferenças estético-artísticas que há entre elas e apresentam um canto coeso, honesto e potencializador das semelhanças: as vozes cálidas e a liberdade de passear por vários gêneros e estilos musicais, sem se ater a classificações ou amarras ao longo de suas respectivas carreiras, nos faz questionar por que esta casa não foi gerada antes. A amizade tem mesmo uma cronologia peculiar.

Através da auto-reflexão, Simone e Zélia vão desnudando os meandros de uma afinidade artística que ganha ecos na simbiose das vozes, que harmonizam em uníssono. As diferenças, muitas, saltam e ressaltam justamente as similitudes. Explica Simone:

“Nosso encontro musical aconteceu em 2005, quando Zélia estava produzindo o cd Timoneiro, do Hermínio Bello de Carvalho, uma pessoa importantíssima na minha vida. A partir daí, começamos a conversar, trocar idéias para produzir um próximo cd. Em seguida, ela mandou Idade do Céu (Jorge Drexler / Moska) guardada para o próximo trabalho, mas ofereceu a música para mim. Achei de uma generosidade tão grande, um gesto nobre. Aí a convidei a participar do cd dvd Simone Ao Vivo, na canção do Drexler e em Não Vá Ainda (parceria de Zélia com Christian Oyens)”.

Na sequência, em 2006, ambas foram convidadas a dividir o palco no projeto Tom Acústico, com shows no Rio e em São Paulo. Surgia, então, o embrião da turnê Amigo é Casa, que renderia um CD e um DVD gravado no palco do Auditório Ibirapuera, em São Paulo, encontro registrado pela editora Biscoito Fino.

A última vez que Simone e Zélia Duncan estiveram juntas em Portugal foi em 2009. Nos espetáculos agendados para Outubro, as cantoras serão acompanhadas pelos músicos Ézio Filho (contrabaixo), Léo Brandão (teclado e acordeon), Webster Santos (violão, bandolim e guitarra) , José Leal (percussão) e Cristiano Galvão (bateria).

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*


CAPTCHA Image

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close