A atividade comercial nas Lotas cresceu 3.3% em 2019

A atividade comercial nas Lotas cresceu 3,3% em 2019

653

O valor do pescado transacionado nas lotas e postos de Portugal Continental, sob gestão da Docapesca, atingiu o valor histórico de 212,3 milhões de euros em 2019, o que representa um crescimento de 3,3% em comparação com os 205,5 milhões do ano transato. O pescado transacionado atingiu assim o valor mais elevado desde que existem registos estatísticos sistematizados.

A quantidade de pescado transacionado também passa de 99,7 mil toneladas em 2018 para 112,6 mil toneladas, correspondendo a um aumento de 12,7%.

As lotas do Algarve foram as que registaram um maior crescimento a nível nacional. A quantidade de pescado passou de 11,9 para 20,5 toneladas (mais 71,8%) e o valor das vendas evoluiu de 46,1 para 53,1 milhões de euros (mais 15,1%).

Quanto ao valor das vendas de pescado, destaca-se Vila Real de Santo António, com 14 milhões de euros (+7,6%), Portimão, com 9 milhões de euros (+26,6%), Quarteira, com 8,9 milhões de euros (+26,2%) e Olhão, com 8,2 milhões de euros (+29,4%)

Surgem a seguir Sagres (5,1 milhões, variação de 0%), Lagos (2,4 milhões, +21,3%), Fuzeta (2,3 milhões, +12%), Santa Luzia (2,2 milhões, +22,8%) e Albufeira (987 mil euros, -18,3%).

Relativamente à quantidade de pescado transacionado, Quarteira atingiu as 6,6 toneladas (+147,3%), Portimão 5,1 toneladas (+77,6%), Olhão 4,7 toneladas (+63,8%), Sagres 1,3 toneladas (+10,2%), Vila Real de Santo António 1,3 toneladas (+11,1%).

Embora com menos quantidade transacionada, sublinha-se ainda o crescimento de Lagos (+57,5%), de Santa Luzia (+42,2%) e de Fuzeta (+24,2%).

A nível nacional, as espécies mais relevantes em valor de vendas foram o polvo-vulgar, a sardinha, o carapau, o biqueirão e a cavala.

Em 2019, a Docapesca obteve a extensão da certificação do sistema de gestão da segurança alimentar das lotas de Viana do Castelo, Aveiro e Vila Real de Santo António, segundo o referencial ISO 22000:2005 totalizando sete estabelecimentos certificados. Este processo de certificação das lotas irá ser reforçado com vista à certificação de um total de 10 lotas em 2020.

A Docapesca – Portos e Lotas, S.A. é uma empresa do Setor Empresarial do Estado tutelada pelo Ministério do Mar, que tem a seu cargo, no continente, o serviço da primeira venda de pescado e o apoio ao setor da pesca e respetivos portos, dispondo de 22 lotas e 37 postos.

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close