Home » Atualidade » Internacional » A INCLUS√ÉO SOCIAL – CIDADANIA RESPONS√ĀVEL

A INCLUS√ÉO SOCIAL – CIDADANIA RESPONS√ĀVEL

Lucieny Martins

Lucieny Martins

Ver, ouvir, falar e sentir, s√£o coisas t√£o simples que fazemos e t√£o automaticamente, que nem notamos qu√£o importantes s√£o estes atos.
Eles s√£o o meio de percep√ß√£o que nossa mente utiliza para enxergar e interpretar o mundo f√≠sico. Estes sentidos recebem as informa√ß√Ķes e as envia para o c√©rebro process√°-las. Nascendo assim nossas sensa√ß√Ķes, emo√ß√Ķes e sentimentos.
Mesmo sendo solidários, não prestamos atenção de fato. Somente quando nos vemos (ou alguém próximo de nós), privados de algum destes sentidos, é o que nos desperta maior interesse.
O Brasil √© um pa√≠s em crescente n√ļmero de deficientes.
De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estat√≠stica (IBGE), o n√ļmero de pessoas deficientes no Brasil aumentou em 10 anos, passando de 24 milh√Ķes de pessoas (14,3%) em 2000, para 45,6 milh√Ķes (24,0%) em 2010, quase 1/4 da popula√ß√£o.
Levando-se em conta que este n√ļmero se refere a todas as pessoas com qualquer n√≠vel de incapacidade, pessoas com limita√ß√£o leve, defici√™ncia mental/ intelectual, e as com grande ou total incapacidade de ouvir, andar e enxergar.
Mesmo com um índice tão alto, ainda temos muito o que melhorar.
Com a inten√ß√£o de atrair a aten√ß√£o da sociedade para a quest√£o da acessibilidade e da inclus√£o das pessoas com defici√™ncia, aconteceu em Abril deste ano, em S√£o Paulo, a Feira Internacional de Tecnologias em Reabilita√ß√£o, Inclus√£o e Acessibilidade (Reatech), j√° em sua 12¬™ edi√ß√£o, com o lema ‚ÄúDesperte para a inclus√£o‚ÄĚ. Com novidades para melhorar a qualidade de vida destas pessoas.
No ano passado, uma exposi√ß√£o de fotos ‚ÄúVidas em Cenas‚ÄĚ, que retrata o cotidiano de pessoas com defici√™ncia, tamb√©m aconteceu em S√£o Paulo. Uma iniciativa da empresa M√£e Especial, criada pela m√£e de uma crian√ßa com paralisia cerebral. Um lindo projeto de inclus√£o social, que atrav√©s da fotografia, mostra a sociedade as limita√ß√Ķes e supera√ß√£o de obst√°culos destas pessoas especiais.
São iniciativas assim, que visam a melhoria da qualidade de vida, a convivência saudável, o respeito e a acessibilidade de todos, que devem ser estimuladas a acontecerem com mais frequência.
√Č nossa responsabilidade, de toda a sociedade, institui√ß√Ķes e empresas a inclus√£o e adapta√ß√£o de todos.
E é um direito de todos, ter uma vida decente e feliz.
Por Lucieny Gon√ßalves Martins ‚Äď no Brasil
“escreve em portugu√™s do Brasil”

Partilhe:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como s√£o processados os dados dos coment√°rios.