Home » Gastro & Vinhos » Eventos Gastronómicos » A Pinhais celebra o Dia Mundial dia da Sardinha
A Pinhais celebra o Dia Mundial dia da Sardinha

A Pinhais celebra o Dia Mundial dia da Sardinha

A Pinhais, conserveira centenária de Matosinhos, celebra hoje, 24 de novembro, o Dia Mundial da Sardinha. A data tem como objetivo reconhecer a importância desta espécie, uma das mais icónicas da nossa gastronomia. Consciente da importância da sardinha, a Pinhais reclama a celebração deste dia para Portugal, que lembra o papel determinante da sardinha, quer a nível da gastronomia, como também na cultura e na sustentabilidade da pesca em Portugal.

Com origem na costa do atlântico, a sardinha chega fresca à Pinhais e segue para a salmoura para equilibrar o sabor. É depois arranjada e lavada manualmente e cozinhada a vapor, num forno centenário, um processo natural que mantém presentes os nutrientes, vitaminas e sais minerais. Já cozido, o pescado está pronto para entrar nas latas, seja com tomate ou azeite. A versatilidade das conservas Pinhais permite um mundo de possibilidades gastronómicas, traduzidas em receitas simples e saborosas.

Com o objetivo de dar a conhecer essa versatilidade das conservas da Pinhais, neste dia 24 de novembro, os visitantes do Can-Tin, espaço de degustação que acolhe na visita ao Museu-Vivo da Pinhais, podem saborear, por um preço simbólico de três euros, uma especialidade exclusiva, preparada para celebrar o Dia da Sardinha, a receita “Bolinhos de Sardinha”. Esta iguaria é confecionada com quatro bolinhos de sardinhas em azeite picante da Pinhais, bestseller da empresa, envolvidas numa combinação de puré de batata, cebola roxa e salsa, acompanhado da “Nuri Mayo”, uma proposta dos colaboradores David e do Ricardo, equipa do Can-Tin.

Para Pedro Casas, Marketing Manager da Pinhais, “Acreditamos que o Dia Mundial da Sardinha é uma data marcante, e que deve ser incluído no calendário nacional de efemérides. A sardinha é uma espécie nobre e de eleição dos portugueses, cuja qualidade é valorizada além-fronteira, sendo a principal matéria-prima da Pinhais e que garante a qualidade superior e excelência das nossas conservas tradicionais. Nós, na Pinhais, sempre demos valor e reconhecemos o papel vital desta espécie e da sustentabilidade do sector da pesca e seus intervenientes. Além disso, com a inauguração do “Conservas Pinhais Factory Tour”, o nosso Museu-Vivo da indústria conserveira, assumimos ainda mais a responsabilidade de salientar a relevância deste produto premium, símbolo da cultura portuguesa.”

Partilhe:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.