A Russia enfrenta uma super inflação dos géneros alimentares básicos

A proibição às importações de géneros alimentares da Europa, Austrália, Canadá e Estados Unidos, imposta em Agosto por Vladimir Putin, o presidente Russo, estão a gerar uma escalada nos preços dos produtos básicos, que já mereceu a intervenção da procuradoria geral do estado russo.

A intervenção da Procuradoria, é mais uma tentativa para travar a especulação, que está a afetar muito seriamente a economia russa, que por estes dias não anda nada saudável, devido à conjuntura que o país enfrenta e que teve origem, nos planos expansionistas de Vladimir Putin.

Segundo a imprensa russa, as cadeias de distribuição, mercados e vendedores retalhistas, estão a ser investigadas por ordem do Procurador Geral da República, para aclarar as causas da super inflação que se verifica, como são exemplo os vegetais, que em algumas latitudes da União, tem atingido percentagens impressionantes, na ordem dos 600%.

Essa intervenção das autoridades, que tem resultado na imposição forçada de baixa de preços, também já originou a abertura de processos pela procuradoria a algumas delegações da autoridade anti monopólio russa, por ineficácia e suspeitas de corrupção.

A resposta de Putin ao ocidente, quando lhe foram impostas as sanções devido a intervenção na Ucrânea, estão a ter um efeito contrário àquele que o presidente russo previa, porque para além da falta de solidariedade de uma boa parte do povo russo, relativamente à medida, Putin está cada vez mais “isolado”, incapaz entre outras, de travar escalada de preços que se está a verificar no país, o que confirma, que a proibição, foi um erro estratégico, cujos efeitos podem vir a ser bem mais corrosivos nos próximos tempos.

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close