A thyssenkrupp assina acordo de parceria com a Vodafone para a conetividade The Internet of Things

A thyssenkrupp assina acordo de parceria com a Vodafone!

A thyssenkrupp especialista no fabrico de elevadores, expande a sua relação com a Vodafone, ao recorrer à tecnologia máquina-a-máquina (M2M) do grupo de telecomunicações.

A Vodafone fornecerá à thyssenkrupp, a plataforma global M2M e cartões SIM M2M para os elevadores existentes e para novos em todo o mundo, um contrato de enorme importância para centenas de milhares de ligações M2M na Europa, Ásia e América, segundo a thyssenkrupp sedeada em Essen, na Alemanha.

“The internet of Things tem criado redes inteligentes em todo o setor industrial. Temos a infraestrutura e as soluções M2M para levar este setor para a idade digital e contribuir para a quarta revolução industrial”, afirma Erik Brenneis, Diretor da Vodafone M2M. “Estamos maravilhados por termos sido contactados pelo nosso cliente de longa data, a thyssenkrupp, para ser o seu parceiro de comunicações nesta nova solução para os elevadores”.

A tecnologia M2M será usada para ligar o MAX, a primeira solução de manutenção preditiva e preventiva para elevadores, baseado na confiável plataforma na nuvem da Microsoft Azure.

Relatórios sobre a condição técnica dos elevadores são transmitidos para a nuvem para avaliação, fornecendo aos engenheiros informação em tempo real sobre reparações necessárias e previsões sobre que tipo de componentes específicos precisarão de manutenção, antes de o elevador ficar inativo.

A thyssenkrupp espera que as interrupções de serviço baixem para metade devido a este conceito de serviço preditivo. Atualmente, todos os elevadores instalados em todo o mundo somam anualmente, um total de 190 milhões de horas de interrupções de serviço.

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close