Home | Municipios | Alojamento Local para Aves em São Brás de Alportel
Alojamento Local para Aves em São Brás de Alportel

Alojamento Local para Aves em São Brás de Alportel

O protocolo firmado entre Município de São Brás de Alportel e a associação Vita Nativa, deu origem à instalação de 30 caixas-ninho para estimular a fixação de mais aves em meio urbano do concelho. A equipa responsável está novamente no terreno a verificar a taxa de nidificação.

A iniciativa integrada no projeto “Alojamento Local para Aves”, iniciativa vencedora do Orçamento Participativo Portugal 2018, visa promover a diversidade de avifauna em toda a região do Algarve e contempla a cedência e instalação de 2.000 caixas-ninho para pequenas espécies de aves, como os chapins, e para aves de rapina de média dimensão, como é o caso do peneireiro-vulgar, da coruja-das-torres e do mocho-galego.

Além do estímulo à fixação de mais aves, o projeto pretende ainda fomentar o interesse e proporcionar um contacto mais direto da sociedade com as aves assim como sensibilizar para o papel importante que as aves desempenham no controlo de pragas biológicas, como é o caso da largarta-do-pinheiro.

Tendo presentes os benefícios para a comunidade, para o ambiente e para a preservação do património natural e da biodiversidade do concelho, o Município de São Brás de Alportel está empenhado na concretização deste projeto que já permitiu a instalação de caixas-ninho no Jardim da Verbena, em escolas do concelho, no Jardim Carrera Viegas e na Fonte Férrea.

O projeto e os seus objetivos não passaram desapercebidos ao executivo municipal que aderiu à iniciativa que está em plena sintonia com a Estratégia Municipal na área ambiental assim como um contributo para os objetivos traçados pela Estratégia Nacional para a Conservação da Natureza e Biodiversidade para 2030 e está alinhado com a Estratégia Europeia para a Biodiversidade para 2013 e com o Pacto Ecológico Europeu.

O “Alojamento Local para Aves” vai também ao encontro Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030, mais concretamente do objetivo n.º 15 que se debruça sobre a necessidade de proteger a vida terrestre, travar a perda de biodiversidade. Estratégias estas em que Portugal assumiu compromissos internacionais.

O projeto “Alojamento Local para as Aves” conta ainda com a participação do Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), representado pela Direção Regional da Conservação da Natureza e Florestas do Algarve.

Sobre a associação Vita Nativa

Esta organização sem fins lucrativos empenha a sua atividade em prol da conservação do ambiente e pretende promover o estudo e a conservação da natureza, divulgar e valorizar o património natural. Contribuir para a participação ativa na defesa do ambiente e dos serviços do ecossistema são também objetivos desta associação fundada em 2018 e que teve como ponto de partida o coração da Ria Formosa, onde foi constituída por um grupo de profissionais que desenvolvem atividade na área da conservação da natureza e ambiente e q que se juntaram pela necessidade de dar resposta ativa e coordenada a várias problemáticas ambientais identificadas.

Partilhe:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.