Home » Agenda » Festivais » Apresentado o 19¬ļ Festival MED em Loul√©
Apresentado o 19¬ļ Festival MED em Loul√©

Apresentado o 19¬ļ Festival MED em Loul√©

O 19¬ļ Festival MED que decorre de 29 de junho a 3 de julho em Loul√©, foi apresentado no ic√≥nico Caf√© Calcinha, numa esp√©cie de tert√ļlia, onde a organiza√ß√£o anunciou as val√™ncias culturais da programa√ß√£o do festival, para al√©m da m√ļsica e das parcerias com o associativismo local.

Jean Christian et le Quator des R√™ve Enfouis (Canad√°/Portugal), que j√° est√° confirmado no cartaz, animou este encontro dos organizadores com o p√ļblico presente.

‚ÄúO MED vive muito da proje√ß√£o internacional que tem mas, enquanto entidade p√ļblica que organiza este festival, a C√Ęmara de Loul√© tem a responsabilidade de promo√ß√£o daquilo que se faz localmente e da excel√™ncia da produ√ß√£o local em termos art√≠sticos, da M√ļsica, do Teatro, da Literatura, do Cinema, entre outras √°reas‚ÄĚ, sublinhou o vereador e diretor do Festival, Carlos Carmo.

O Calcinha volta a fazer parte do programa do MED, depois de um ano de portas fechadas. A imagem do poeta Ant√≥nio Aleixo que se encontra √† porta deste ‚ÄúCaf√© com Hist√≥ria‚ÄĚ ir√°, de certo, inspirar o cantautor Afonso Dias que, nos dias 29 e 30 de junho e 1 de julho, ser√° o artista residente. Em cada noite, protagonizar√° dois momentos de cerca de 40 minutos (√†s 20h00 e √†s 22h00), com diferentes temas e ‚Äúbalizas musicais‚ÄĚ que v√£o do fado de Carlos do Carmo aos intemporais franc√≥fonos como Jacques Brel e Charles Aznavour, de Zeca Afonso e Ary dos Santos a uma incurs√£o pela m√ļsica tradicional portuguesa. Propostas musicais que poder√£o ser acompanhadas pelas sugest√Ķes gastron√≥micas que o Calcinha ir√° preparar para o MED.

A Literatura √© j√° um cl√°ssico deste festival e, em 2023, regressa ao edif√≠cio do Atl√©tico, sede da Casa da Cultura de Loul√©, que continuar√° a ser um espa√ßo de partilha e de promo√ß√£o da palavra, do livro e da poesia. Numa parceria com a Casa da Cultura de Loul√©, trata-se de uma iniciativa inclusiva onde convidados dizem/leem poesia nas suas l√≠nguas maternas. A curadoria estar√° a cargo de Jo√£o Pedro Cali√ßo ‚ÄúT√°p√™‚ÄĚ que convidar√° amigos de diferentes nacionalidades para trazer Literatura dos seus pa√≠ses, contribuindo, assim, para a riqueza multicultural do evento.

Nos Claustros do Convento do Esp√≠rito Santo, o MED Jazz volta a trazer as sonoridades jazz√≠sticas, num espa√ßo dinamizado pela M√°kina de Cena, depois do sucesso da √ļltima edi√ß√£o. Miguel Martins Kaleidosc√≥pio, FUSHI e Leon Baldesberger‚Äôs Meersalz ir√£o dar m√ļsica ao p√ļblico que por aqui passar e ter√° a oportunidade de apreciar bons concertos e a riqueza patrimonial do local.

Fruto de uma parceria entre a Mákina de Cena, Casa da Cultura de Loulé e Festival MED, no Open Day, 2 de julho, sobe ao palco P.L.I.N.T РPablo Lapidusas International Triopara um concerto integrado na apresentação do cartaz do Festival Loulé Jazz’23, organizado pela Casa da Cultura de Loulé.

No dia 1 de julho, o presidente da APORFEST ‚Äď Associa√ß√£o Portuguesa de Festivais de M√ļsica, Ricardo Bram√£o, ir√° moderar a confer√™ncia ‚ÄúA import√Ęncia dos festivais de m√ļsica para a promo√ß√£o cultural‚ÄĚ. O painel convidado ser√° anunciado em breve e esta iniciativa volta a ter lugar na Casa do Meio Dia, sede da Sul, Sol e Sal, outro parceiro local que se associa ao festival.

No ano passado, o desafio lan√ßado aos incubados do Loul√© Design Lab trouxe a criatividade e sustentabilidade para a decora√ß√£o de espa√ßos, como o Palco Hammam ou o Cinema MED. Este ano, as ideias que nasceram do Movimento Infinity voltam a ser aplicadas no recinto, atrav√©s de pe√ßas criadas e produzidas num conceito de economia circular, que assenta n√£o s√≥ na preven√ß√£o, redu√ß√£o e reutiliza√ß√£o, mas tamb√©m na recupera√ß√£o de materiais, produzindo objetos √ļteis a partir de res√≠duos. Por exemplo, as lonas utilizadas para promover o MED ter√£o agora um novo uso, ser√£o puffs confort√°veis para o p√ļblico descansar.

O Cinema constituiu ‚Äúuma val√™ncia que tem tido uma proje√ß√£o crescente‚ÄĚ, gra√ßas ao papel do programador/curador Rui Tendinha e dinamiza√ß√£o do Loul√© Film Office. Este ano, o Cinema MED acontece num espa√ßo novo, na Rua Vice-Almirante C√Ęndido dos Reis, e assentar√°, uma vez mais, numa jun√ß√£o de m√ļsica e filmes. Mas ‚Äúo grande destaque vai estar no Cineteatro Louletano‚ÄĚ, no ‚ÄúOpen Day‚ÄĚ (2 de julho), pelas 17h, com a apresenta√ß√£o de ‚ÄúA Viagem do Rei‚ÄĚ, de Roger Mor e Jo√£o Pedro Moreira. Uma viagem pela cabe√ßa do poeta e provocador Rui Reininho, o inconfund√≠vel m√ļsico que ir√° fazer um showcase ap√≥s a proje√ß√£o do filme.

O MED Classic volta √† casa-m√£e, a Igreja Matriz, um espa√ßo agora renovado e pronto a receber concertos de m√ļsica cl√°ssica que tanto agradam a quem visita o Festival MED. S√©rgio Leite, diretor do Conservat√≥rio de M√ļsica de Loul√© ‚Äď Professor Francisco Rosado, √© o respons√°vel pelo programa que vai contar com os agrupamentos Duo Guirimbadu, Caminus Duo e Quintetango. No dia de entrada livre, os protagonistas s√£o os alunos do Conservat√≥rio, reunidos numa orquestra com coro. Os concertos est√£o marcados para 19h30, pouco depois da abertura de portas do recinto.

A aposta na diversidade e na integra√ß√£o de novas nacionalidades passa n√£o s√≥ pelas mais de 100 bancas de artesanato espalhadas pelo recinto mas tamb√©m pela componente gastron√≥mica. ‚ÄúQueremos, cada vez mais, atrair novas culturas para o nosso festival, nomeadamente nestas duas val√™ncias‚ÄĚ, sublinhou o diretor Carlos Carmo.
As artes pl√°sticas tamb√©m estar√£o representadas e a exposi√ß√£o patente ao p√ļblico na Galeria de Arte do Convento Esp√≠rito Santo, ‚ÄúCorpos Celestes‚ÄĚ, de Adriana Jo√£o, Bruno Silva, Joana da Concei√ß√£o e Jos√© Jesus, com curadoria de David Rev√©s, √© mais uma proposta nesta dimens√£o multidisciplinar de que se reveste o MED.

Rhakatta, Satori e Al-Fanfarre s√£o tr√™s dos parceiros locais que participam nas artes de rua, com momentos de anima√ß√£o e a presen√ßa de dezenas de animadores em constante intera√ß√£o com o p√ļblico, em cada canto e recanto da Zona Hist√≥rica de Loul√©, Uma das novidades √© a nova parceria com a casa da Am√©rica Latina que permitir√° trazer anima√ß√Ķes de rua protagonizadas por grupos oriundos desse espa√ßo geogr√°fico. Cante alentejano e folclore algarvio s√£o outras manifesta√ß√Ķes etnogr√°ficas que marcar√£o presen√ßa neste encontro de culturas.

Para os mais novos, o MED Kids volta a abrir portas no espaço junto à Igreja Matriz. Enquanto os pais desfrutam do Festival, as crianças poderão também divertir-se num ambiente animado e participar num programa de atividades dinamizado pelos serviços educativos e com acompanhamento de monitores da Biblioteca Municipal de Loulé.

O Open Day (Dia Aberto) ser√° no domingo, 2 de julho, e apesar da aus√™ncia dos concertos (apenas est√° previsto a atua√ß√£o de alunos do Conservat√≥rio, na Igreja Matriz, e o concerto de P.L.I.N.T, no √Ęmbito da apresenta√ß√£o do Loul√© Jazz, nos Claustros do Convento), o p√ļblico poder√° usufruir de outros pontos de anima√ß√£o, da gastronomia e do artesanato.

4 dias, 90 horas de m√ļsica, 55 concertos, mais de 300 m√ļsicos , 17 nacionalidades representadas e 12 palcos (4 palcos principais, 2 palcos de pequena dimens√£o e outros espa√ßos) far√£o a 19¬™ edi√ß√£o do Festival MED, como referiu o seu diretor.

Os bilhetes encontram-se em pr√©-venda, com pre√ßos reduzidos, at√© ao dia 25 de junho: Bilhete Di√°rio – 10,00‚ā¨; Bilhete Festival (passe para os 3 dias de Festival) – 30,00‚ā¨ ‚ā¨; Bilhete Di√°rio Fam√≠lia (2 adultos e 2 crian√ßas at√© 16 anos) ‚Äď 35,00‚ā¨.

Recorde-se que este ano o Festival MED arrecadou mais dois pr√©mios nos Iberian Festival Awards: Melhor Promo√ß√£o Tur√≠stica da Pen√≠nsula Ib√©rica e Melhor Festival Lus√≥fono e Hisp√Ęnica da Pen√≠nsula Ib√©rica. Estas distin√ß√Ķes que tanto contribuem para a notoriedade do evento s√£o tamb√©m mais uma raz√£o para que o p√ļblico estrangeiro escolha o Algarve como destino tur√≠stico nesta altura do ano.

O novo site do Festival MED (https://festivalmed.cm-loule.pt), j√° est√° online, ‚Äútotalmente renovado, desenvolvido, programado e atualizado por funcion√°rios da C√Ęmara Municipal de Loul√©‚ÄĚ, onde √© poss√≠vel ceder a todas as informa√ß√Ķes.

Carlos Carmo anunciou o √ļltimo momento de comunica√ß√£o do 19¬ļ Festival MED: ser√° a 2 de junho, pelas 21h00, no Cineteatro Louletano, com a apresenta√ß√£o do programa completo. A guineense Eneida Marta&Huca sobe ao palco para um concerto, ficando desde logo confirmada no cartaz do 20¬ļ Festival MED, que acontece em 2024.

Partilhe:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como s√£o processados os dados dos coment√°rios.