Home | Atualidade | Nacional | Apresentado o Plano de Mobilidade Elétrica da Arrábida
Apresentado o Plano de Mobilidade Elétrica da Arrábida

Apresentado o Plano de Mobilidade Elétrica da Arrábida

O Plano de Mobilidade Elétrica da Arrábida, integra os municípios de Palmela, Setúbal e Sesimbra, numa parceria com a ENA – Agência de Energia e Ambiente da Arrábida. A estratégia conjunta para o Território Arrábida, reúne soluções que visam o suporte ao veículo elétrico, respondendo às necessidades de mobilidade dos cidadãos em termos de logística de proximidade, deslocações quotidianas, serviços, turismo, comércio e acesso a áreas protegidas.

O Plano prevê uma mobilidade que melhore não só a qualidade de vida mas que também contribua para recuperar espaços públicos, fomentando o desenvolvimento urbano e rural, contribuindo para um meio ambiente mais seguro, limpo e agradável, visando a coesão social e o crescimento económico no território.

O documento pretende ser parte integrante do plano de mobilidade sustentável do Município de Palmela e potenciar uma rede de postos de carregamento elétrico capaz de responder eficazmente ao universo de veículos atual e futuro, implantada e distribuída territorialmente em locais de acesso público.

O Plano de Mobilidade Elétrica da Arrábida desenha uma estratégia geral para o território, com propostas de medidas específicas: distribuição e localização de postos de carregamento elétricos, mini-autocarros elétricos urbanos, sistema de bicicletas elétricas partilhadas, micro mobilidade elétrica, zonas de baixas emissões e políticas de estacionamento, identificando modelos de exploração e oportunidades de intervenção segundo as características territoriais e os padrões de mobilidade e crescimento dos três municípios.

No documento, abordam-se os potenciais impactos da mobilidade elétrica nas redes de transporte, assim como as oportunidades disponibilizadas pelas infraestruturas existentes e a evolução da tecnologia e da utilização dos transportes, identificando oportunidades de ligação entre as infraestruturas, os modos de deslocação suaves e os transportes públicos.

O Plano localiza e dimensiona as infraestruturas de carregamento elétrico e a sua distribuição no território segundo cenários de 1-2, 5 e 10 anos, sugere instrumentos financeiros e de planeamento a ativar para estabelecimento das infraestruturas de veículos elétricos, avalia requisitos técnicos, de interoperabilidade e recursos de TIC aplicáveis à rede de postos de carregamento. Além disso, estabelecem-se planos de estacionamento e serviços complementares de mobilidade sustentável para o território.

Este Plano é coerente com os conteúdos dos Planos de Mobilidade e dos Planos de Qualidade do Ar adotados a nível europeu, nacional e regional, bem como com o Plano de Ação de Mobilidade Urbana Sustentável da Área Metropolitana de Lisboa.

EnerNetMob: ação piloto disponibiliza bicicletas elétricas

O Plano de Mobilidade Elétrica da Arrábida enquadra-se no projeto EnerNetMob, que desenha, testa e melhora “Planos de Mobilidade Elétrica Sustentáveis” nos territórios envolvidos (16 parceiros de 12 países europeus) de acordo com normas comuns e políticas de baixo carbono, a fim de estabelecer uma “Rede Inter-regional de Mobilidade Elétrica” que atravessa as cidades da região mediterrânica.

Este projeto implementa investimentos-piloto de Mobilidade Elétrica em pequena escala com o intuito de criar uma rede de ligações interurbanas e intermodais que permitam deslocações de médio alcance com veículos elétricos, contribuindo para facilitar a aplicação da Diretiva 2014/94/UE relativa à implantação de infraestruturas de combustíveis alternativos.

No âmbito deste projeto, a ação piloto da ENA incide na logística urbana, disponibilizando viaturas elétricas que permitirão aos serviços testar, nas suas deslocações, as vantagens de modos sustentáveis de mobilidade. Para o efeito, foram já disponibilizadas sete bicicletas elétricas e-cargo aos municípios parceiros e uma carrinha elétrica à aicep Global Parques. A ENA instalará três postos de carregamento rápido, distribuídos pelos municípios, que permitirão carregar veículos elétricos em menos de 30 minutos.

Os resultados do projeto EnerNETMob permitirão à população e visitantes dos territórios envolvidos aceder a novos meios sustentáveis de transporte interurbano e inter-regional, promovendo junto das autoridades públicas estratégias de transporte de baixas emissões de carbono, de forma a incluir, a nível regional e nacional, futuros investimentos na mobilidade elétrica.

O EnerNetMob é um projeto cofinanciado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) no âmbito do Interreg MED, Programa Operacional de Cooperação Territorial Europeia (CTE).

Consulte o Plano de Mobilidade Elétrica da Arrábida em cm-palmela.pt.

Partilhe:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.