ARS Algarve testou utentes e profissionais

ARS Algarve testou utentes e profissionais

A Administração Regional de Saúde do Algarve, realizou 1275 testes à COVID-19, em articulação com os três Agrupamentos de Centros de Saúde (ACeS) e a Equipa de Coordenação Regional dos Cuidados Continuados Integrados (ECRCCI) do Algarve, aos utentes (471) e profissionais (804) das 19 Unidades de Internamento da Rede de Cuidados Continuados Integrados (RNCCI) do Algarve, deram todos resultado negativo.

Esta iniciativa da ARS Algarve que decorreu entre 6 e 25 de maio está integrada no conjunto de medidas que foram implementadas na região, no âmbito das orientações da Direção Geral da Saúde e de acordo com o Despacho nº4959/2020, de 24 de abril da Ministra da Saúde, com vista à prevenção e controlo de infeção por COVID-19 nas Unidades da RNCCI, tais como a realização de ações de formação para reforçar os procedimentos de Precauções Básicas de Controlo e Infeção (PBCI), nomeadamente higienização dos espaços e superfícies e para a correta utilização de Equipamentos de Proteção Individual, entre outras.

Os 1275 testes laboratoriais de diagnóstico da infeção por SARS-CoV-2, foram realizados pela metodologia de RT-PCR no Laboratório Regional de Saúde Pública (LRSP) do Algarve Dra. Laura Ayres.

A RNCCI, criada em 2006, resulta de uma parceria entre o Ministério do Trabalho Solidariedade e Segurança Social e do Ministério da Saúde, é constituída por um conjunto de unidades e equipas que prestam cuidados continuados de saúde e de apoio social a pessoas em situação de dependência com falta ou perda de autonomia.

Atualmente o Algarve dispõe de 19 Unidades de Internamento da Rede de Cuidados Continuados Integrados do Algarve, com um total de 527 camas de internamento destinadas a cuidados continuados a pessoas dependentes, sendo 74 camas de convalescença, 142 camas para internamentos de média duração e reabilitação e 311 camas para internamentos de longa duração e manutenção.

Comunicado da ARS Algarve

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close