Home » Saúde » ARS Norte bloqueia a nova clínica de Diálise em Lamego
ARS Norte bloqueia a nova clínica de Diálise em Lamego

ARS Norte bloqueia a nova clínica de Diálise em Lamego

Os doentes com doença renal crónica em tratamento de hemodiálise de Lamego, são obrigados a percorrer 100 quilómetros diários para realização de diálise, apesar da existência de uma nova clínica no concelho, que continua à espera de luz verde da Administração Regional de Saúde do Norte.

A petição lançada recentemente que já conta já com 500 assinaturas, pretende dar voz aos muitos utentes do concelho de Lamego que, apesar da existência de uma nova clínica de diálise naquela localidade, são obrigados a fazer 100 quilómetros diários para ter acesso aos cuidados de que necessitam.

Na sequência da decisão da Administração Regional de Saúde do Norte (ARS Norte) de não aprovar o licenciamento da referida clínica de diálise, os utentes juntaram-se na reivindicação da abertura do espaço para evitar, tal como reforçam no texto da petição, as deslocações a Peso da Régua, que têm de ser feitas no mínimo, três vezes por semana, tantas quantos os tratamentos de diálise a realizar. Contas feitas, tratam-se de 300 quilómetros por semana, número que sobe para os 1.200 todos os meses, o que obriga a perder, só em deslocações, cerca de 75 minutos diários, quase quatro horas por semana e 15 horas por mês, “um fardo significativo para os doentes e familiares”.

Apesar da existência de um Centro de Responsabilidade Integrada em Diálise na Unidade Hospitalar de Lamego, os cidadãos locais defendem que este não consegue dar resposta a todas as necessidades. A nova clínica, que está pronta a funcionar, garantiria, dizem, acessibilidade aos melhores cuidados de saúde, atrasos reduzidos no tratamento e um maior bem-estar da comunidade.

Estima-se que em 2040 a doença renal possa vir a ser uma das cinco principais causas de morte em todo o mundo, afetando atualmente 8 a 10% da população global. Por cá, esta é também uma preocupação, com os dados mais recentes a confirmarem uma elevada taxa de incidência de doentes com doença renal crónica em tratamento de hemodiálise.

A petição está disponível aqui: https://peticaopublica.com/?pi=DialiseemLamego

Partilhe:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.