Home » Hotelaria & Resorts » As Dormidas na hotelaria nacional ca√≠ram 58,5% em Mar√ßo
As Dormidas na hotelaria nacional caíram 58.5% em Março
As Dormidas na hotelaria nacional caíram 58.5% em Março

As Dormidas na hotelaria nacional caíram 58,5% em Março

A hotelaria nacional, sofreu uma retração nas dormidas na ordem dos 58,5%, face ao mesmo mês de 2019, devido à propagação do novo coronavirus, mas também do Carnaval, que este ano aconteceu em Fevereiro, quando no ano anterior, tinha sido em Março.

Dados do Instituto Nacional de estat√≠stica (INE), apontam para uma redu√ß√£o do n√ļmero de hospedes de 49,4%, um resultado influenciado pela redu√ß√£o das viagens a√©reas e restri√ß√Ķes impostas pelos pa√≠ses a n√≠vel global.

No mesmo per√≠odo, o setor do alojamento tur√≠stico, com 10 ou mais camas, registou 1,9 milh√Ķes de dormidas e 701,0 mil h√≥spedes, o que corresponde a quebras de 58,5% e 49,4%, respetivamente, quando em fevereiro tinha registado +14,7% e +15,3%.

As dormidas de residentes diminuíram 56,9% (+26,4% em fevereiro) e as de não residentes baixaram 59,2% (+9,5% em fevereiro).

Os hóspedes residentes terão sido 306,0 mil, um decréscimo de 51,2% (+23,7% em fevereiro), e os hóspedes não residentes terão atingido um total de 395,1 mil, recuando 47,8% (+8,3% em fevereiro).

Em março, todos os principais mercados emissores registaram decréscimos, destacando-se as quebras dos mercados chinês (-78,8%), italiano (-75,8%), norte-americano (-68,5%) e espanhol (-66,1%).

O mercado canadiano foi, entre os principais mercados emissores, o que registou menor decréscimo (-37,8%).

Partilhe:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como s√£o processados os dados dos coment√°rios.