Home | Economia | Associações Empresariais | Associações do Algarve solicitam audiências ao Governo
Associações do Algarve solicitam audiências ao Governo
Associações do Algarve solicitam audiências ao Governo

Associações do Algarve solicitam audiências ao Governo

As Associações Empresariais do Algarve, vão solicitar audiências ao Governo, em particular ao Ministro da Economia e ao Presidente da República, para apresentar um pacote de medidas concretas, que ajudem a ultrapassar a crise avassaladora que a região enfrenta.

O ALGARVE região que tem no turismo a principal actividade, necessita de uma visão estratégica, que aponte linhas de diversificação económica, no aproveitamento de recursos endógenos, na perspectiva de uma economia moderna e competitiva, assente num desenvolvimento sustentável, tendo também em conta, o novo quadro de recuperação económica proposto recentemente pela União Europeia, lê-se no comunicado da ACRAL.

Segundo estas associações, “o Plano Especial de Recuperação do Algarve, anunciado pelo Ministro da Economia, constitui uma boa notícia, contudo é urgente. As associações empresariais esperam que o mesmo contenha as soluções adequadas à situação”.

A ACRAL, AHETA, AIHSA, CEAL, NERA E ANJE, as Associações que integram este grupo de trabalho, pretendem dinamizar o debate entre todos empresários do Algarve, sobre as linhas de trabalho propostas, com o objectivo de a enriquecer e transformar em ações consequentes, que relancem a economia da região.

ACRAL – Associaçãodo comércio e Serviços da Região do Algarve
AHETA – Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve
AIHSA – Associação dos Industriais Hoteleiros e Similares do Algarve
CEAL – Confederação dos Empresários do Algarve
NERA – Associação Empresarial da Região do Algarve
ANJE – Associação Nacional de Jovens Empresários

Partilhe:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close