Home » Atualidade » Internacional » Ataque ao Darfur: O Sudão é o inferno na terra
Ataque ao Darfur: O Sudão é o inferno na terra

Ataque ao Darfur: O Sudão é o inferno na terra

O Sudão é mais um inferno na terra. Agora é a capital do Darfur, com quase um milhão de refugiados que não têm para onde fugir, que está a ser atacada. Os peritos estão a chamar-lhe um “matadouro.”

O exército genocida violou e massacrou milhares de pessoas. Existem provas de que crianças-soldado estão a combater e a morrer, e o deserto está crivado de valas comuns.

Estas atrocidades inexprimíveis estão a dar-se à coberta de um apagão mediático quase total. O Sudão impôs a escuridão na internet, prendeu repórteres locais, e bloqueou jornalistas estrangeiros – o que significa que há muito pouca cobertura mediática ou pressão para que os governos tomem medidas.

Mas uma pequena equipa de investigadores de crimes de guerra está a obter resultados, utilizando uma combinação inovadora de imagens satélite e testemunhas oculares para documentar atos de uma violência chocante. Este projeto já gerou grandes reportagens e intervenção governamental, ajudando a aprovar sanções para os piores senhores da guerra.

Com o ataque no Darfur a decorrer, este trabalho é mais necessário do que nunca – mas é preciso financiamento urgente para que possa continuar.

Se formos suficientes a contribuir, podemos potenciar este projeto que salva vidas, financiando investigações e criando pressão política. Juntos, podemos dar a jornalistas, governos e procuradores as provas de que necessitam para impulsionar ação urgente.

A Avaaz que já ajudou a romper o silêncio acerca de massacres de civis na Síria, no Iémen e na Ucrânia. Está a aceitar donativos para alertar o mundo sobre o que se está a passar no Sudão.

O donativo de cada um de nós serve para:

Financiar “olhos no céu” ou vigilância por satélite para monitorizar e seguir movimentos de soldados em tempo real, expor os atores estrangeiros a alimentar as atrocidades e utilizar estes dados para proteger civis e alertar meios de comunicação e governos;

Aumentar a pressão sobre governos do mundo inteiro através de viagens a capitais-chave, impulsionando ao mesmo tempo ação urgente na ONU, desde o Conselho de Segurança às equipas humanitárias;

Financiar uma operação mediática internacional para documentar a crise humanitária e assegurar cobertura à violência genocida nos principais meios de comunicação;

Criar um fundo de resposta de emergência para impelir campanhas urgentes para a proteção de civis apanhados em situações de guerra assim que precisam.

Esta é a nossa oportunidade de ter um impacto direto perante o horror abjeto – financiando ações com resultados demonstrados que podem ajudar a prevenir um genocídio e salvar vidas. Se nos juntarmos todos, até uma quantia ínfima pode fazer uma enorme diferença.

O teu donativo também vai contribuir para tornar possíveis as campanhas da Avaaz pela defesa dos direitos humanos em todo o mundo.

Vamos ser solidários com as famílias aterrorizadas presas no fogo cruzado – por favor doa agora o que puderes para ajudar a pôr cobro ao grito mudo do Sudão:

https://secure.avaaz.org/campaign/po/donate/

Partilhe:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.