Home | ZZZ Autores | P.Guedes de Carvalho

P.Guedes de Carvalho

OBAMA, O PAPA E OS DESCENDENTES

Estas duas semanas anteriores todos fomos de alguma maneira tocados pela notícia, pelos escritos e fotos e pelas reportagens sobre a morte física de Madiba e sobre o seu significado para o mundo dito civilizado actual e perspectiva de futuro. Com as mais diversas reações muito originadas pela forma mais ou menos emocional como nos relacionámos com o fenómeno (houve até quem o confundisse com Morgan Freeman), todos ouvimos e vimos coisas e notícias. Os órgãos de comunicação sempre atentos, promoveram mesmo a grande fotografia sobre o evento: OBAMA a cumprimentar deferentemente RAUL CASTRO, dirigente cubano, num sinal de manifesto ...

Read More »

TODOS TEMOS ÍDOLOS. EU PERDI UM.

Estou a escrever este texto debaixo de uma tristeza profunda. Todos sabíamos que estava perdido mas o nosso egoísmo tudo fazia para o manter vivo entre nós; fazia-nos sentir mais humanos, acho. Parece incrível mas é mesmo como eu sinto a coisa: ter a felicidade de ser contemporâneo com gente muito grande, neste caso, gente enorme. Julgo não dizer nenhuma anormalidade se o comparar a um ser humano concreto que teve atitudes que nos dizem Jesus Cristo terá tido. Não me recordo de mais nenhum na minha geração. Homens bons houve mais alguns com certeza mas com esta grandiosidade? Duvido. ...

Read More »

NATAL ESTÁ AÍ. COM UM SOBRINHO ASSIM…

Entramos em Dezembro, mês que nos faz embrenhar no espírito de Natal com ou sem crise. Para mim Natal sempre começou em 1 de Dezembro. Já lá vão muitos anos, mas era o dia, feriado na altura, que dava mote para a família se começar a telefonar (ainda do telefone fixo) e eu escutava os adultos a combinarem quais as prendas que iriam dar aos filhos, sobrinhos e/ ou netos, quando era o caso. Meia centena de anos passados e eis-me avô de um neto e tio de um sobrinho próximo, teria que ganhar uma prenda jovem adolescente, bom rapaz ...

Read More »

DEVIA HAVER EXAMES DE ADMISSÃO A POLÍTICO

Os exemplos de queixas e mal-estar dos cidadãos para com o Governo são sempre muitos. Em períodos de dificuldades económicas aumentam ainda mais, se tal é possível. Em Portugal a nossa história está marcada por uma relação paternal profunda. Reis ou presidentes de conselho sempre entenderam que os portugueses nunca seriam capazes de se governarem com autonomia e por isso o Poder Central, para onde só iriam iluminados, teria que proteger os coitados dos indigentes. O Estado Novo está então repleto destas proteções, as Casas de Povo, as Casas dos Ferroviários, dos Pescadores, etc. E da invenção maravilhosa das Caixas. ...

Read More »

DÁ-ME 20€ E DIGO-TE SE PRESTAS…

PASSE BEM SEU CRATO Ao que isto chegou minha gente. Um Ministro deu-lhe agora para desconfiar de quem está no ensino a tentar fazer crescer as crianças. No fundo é como quem diz, os jovens são piores alunos e tem insucesso porque anda aí uma cambada de malandros incompetentes que diz ser professor e que nada percebem do que fazem. Vamos fazer um rastreio e apanharemos sem dúvida uma corja deles que não passarão no exame dos 20€ e o Ministério limpa a face para poder explicar porque devem os colégios ser privatizados e a educação ser um duplo negócio: ...

Read More »

DE BARAJAS COM AMOR…

Desta vez escrevo em viagem. As tecnologias nem sempre funcionam como a gente quer e nos aeroportos ditos internacionais, como este em Madrid, continuam a criar barreiras aos acessos wireless. Sem acesso à internet e sem mail restam-me duas outras tarefas humanas básicas quês e têm vindo a perder: ler e escrever. Confesso que gosto pouco deste aeroporto. Incómodo, sem lugares de repouso adequado para quem tem esperas de 4 horas, com bares cada vez mais caros onde se paga por um café e um croissant simples 4,80€ sem direito a guardanapo se quer e com “louça” de plástico do ...

Read More »

FICA SEMPRE A DÚVIDA

Li ontem que em Portugal a duração média do casamento aumentou quase 11% ou seja! por cada dez anos de casado um casal acaba por ter a probabilidade de ficar mais um ano nesse estado. Passado que foi o período de grandes divórcios curiosamente (ou talvez não) coincidente com período de maior prosperidade e consumismo, a crise tem este efeito benéfico: obriga as pessoas a focarem-se no essencial das suas vidas e não mudarem de estilo de vida, de consumos e de opiniões apenas porque sim. Por um lado queremos melhorias mas por outro acreditamos pouco que seja a mudança ...

Read More »

A PESCADINHA DE RABO NA BOCA

Durante 3 anos participei num projecto de investigação sobre áreas e regiões em perda demográfica e declínio económico. O projecto designou-se por DEMOSPIN e foi noticiado hoje na edição do jornal Expresso pois realizou-se a 1ª apresentação pública das suas conclusões. A sessão decorreu no Fundão e contou com a presença de diversas individualidades com responsabilidade de decisão de interferência nestes problemas. O debate foi profícuo e o título refere-se a uma das principais dificuldades de resolver o problema. As regiões do interior do país (de Trás os Montes ao Baixo Alentejo) estão em declínio demográfico desde os anos 60-70 ...

Read More »

A ASSOCIAÇÃO PELA TRANSPARÊNCIA

No âmbito de uma iniciativa levada a cabo por um grupo de estudantes da Faculdade que dirijo e que se auto designa por GEP (grupo de estudos políticos), realizou-se ontem uma palestra com o orador Dr. Paulo Morais, reconhecido professor e ex-vereador de uma autarquia grande que tem dedicado a sua vida nestes últimos anos ao combate público da corrupção e à defesa da transparência como instrumento prioritário de combate a este mesmo flagelo. Em primeiro lugar queria salientar a excepcional qualidade da oratória: calma, tranquila, clara, segura, assertiva, cuidadosamente fundamentada e fortemente adequada ao público presente. O mesmo assunto ...

Read More »

DECÊNCIA SENHORES… DECÊNCIA

Numa das minhas insónias características da idade e dos ritmos biológicos, vi em repetição o programa de “Negócios da Semana” com Carlos Barbosa, presidente do ACP, Henrique Neto conhecido socialistas e um jovem jornalista Gustavo Sampaio que escreveu o livro sobre os Privilegiados e que provocou a reação intempestiva de Celeste Cardona devido à sua fotografia ter aparecido na capa junto de tão “horrorosas” criaturas conotadas com a criminalidade e a corrupção em casos mediáticos. A conversa decorreu num ambiente tal que, ao fim de algum tempo eu julguei que estavam mesmo todos de acordo e até se notava um ...

Read More »

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close