Home » Atualidade » Nacional » Congresso de Geografia da Sa√ļde dos Pa√≠ses de L√≠ngua Portuguesa

Congresso de Geografia da Sa√ļde dos Pa√≠ses de L√≠ngua Portuguesa

Encontrar respostas para os gigantescos desafios que a sa√ļde (ou a doen√ßa) coloca na atualidade, criando estrat√©gias e identificando pol√≠ticas p√ļblicas para reduzir as desigualdades entre as popula√ß√Ķes, √© o grande objetivo do Primeiro Congresso de Geografia da Sa√ļde dos Pa√≠ses de L√≠ngua Portuguesa, a decorrer, entre os pr√≥ximos dias 21 e 24 de abril, no Audit√≥rio da Reitoria da Universidade de Coimbra (UC).

350 investigadores e profissionais de distintas √°reas do conhecimento, como Geografia, Arquitetura, Medicina, Antropologia, Economia, Sociologia, Sa√ļde Ambiental e Engenharia Ambiental, entre outras, provenientes de treze pa√≠ses, maioritariamente de Portugal, Brasil, Angola, Mo√ßambique e Cabo Verde, v√£o partilhar os resultados das suas pesquisas, por forma a contribuir para a reorienta√ß√£o da agenda da sa√ļde, do dom√≠nio medi√°tico da luta contra a doen√ßa para a vis√£o mais moderna que promova a equidade nos ganhos em sa√ļde.

¬ęOs relat√≥rios mais recentes evidenciam que os Pa√≠ses de L√≠ngua Portuguesa est√£o no bom caminho no que respeita aos indicadores que revelam ganhos em sa√ļde. Paradoxalmente, em alguns casos, as desigualdades em sa√ļde aumentaram. O combate a estas desigualdades constitui um dos maiores desafios √† governa√ß√£o pol√≠tica, sendo uma prioridade reconhecida no √Ęmbito das agendas pol√≠ticas, nomeadamente, a de Portugal¬Ľ, assevera Paula Santana, professora catedr√°tica da UC e respons√°vel pela organiza√ß√£o do Congresso GeoSa√ļde 2014.

Considerando o atual contexto econ√≥mico, ¬ęem que os recursos p√ļblicos se tornam mais escassos e ao mesmo tempo mais utilizados, √© urgente adequar os processos de tomada de decis√£o para pol√≠ticas efetivas que reduzam as desigualdades em sa√ļde entre a popula√ß√£o¬Ľ, salienta a especialista em Geografia da Sa√ļde da UC, destacando, ainda, ¬ęa urg√™ncia de os decisores pol√≠ticos, em diferentes sectores, tomarem consci√™ncia do potencial impacto das suas decis√Ķes na sa√ļde da popula√ß√£o, j√° que as a√ß√Ķes e pol√≠ticas fora do exclusivo dom√≠nio do sector da sa√ļde t√™m repercuss√Ķes na sa√ļde e na equidade em sa√ļde¬Ľ.

Sob o tema Global, ‚ÄúA Geografia da Sa√ļde no cruzamento de saberes¬Ľ, o GeoSa√ļde 2014 integra sete eixos tem√°ticos – Abordagens Te√≥ricas e Epistemol√≥gicas em Geografia da Sa√ļde; Altera√ß√Ķes Demogr√°ficas e Sa√ļde Individual e Coletiva; Equidade e Desigualdades em Sa√ļde; Variabilidade Clim√°tica e Vulnerabilidades em Cen√°rios de Risco; Urbanismo e Sa√ļde; Avalia√ß√£o de Impactos na Sa√ļde e Informa√ß√£o Geogr√°fica e os Sistemas de Apoio √† Decis√£o.

Partilhe:
Encontrar respostas para os gigantescos desafios que a sa√ļde (ou a doen√ßa) coloca na atualidade, criando estrat√©gias e identificando pol√≠ticas p√ļblicas para reduzir as desigualdades entre as popula√ß√Ķes, √© o grande objetivo do Primeiro Congresso de Geografia da Sa√ļde dos Pa√≠ses de L√≠ngua Portuguesa, a decorrer, entre os pr√≥ximos dias 21 e 24 de abril, no Audit√≥rio da Reitoria da Universidade de Coimbra (UC). 350 investigadores e profissionais de distintas √°reas do conhecimento, como Geografia, Arquitetura, Medicina, Antropologia, Economia, Sociologia, Sa√ļde Ambiental e Engenharia Ambiental, entre outras, provenientes de treze pa√≠ses, maioritariamente de Portugal, Brasil, Angola, Mo√ßambique e Cabo Verde,…

Review Overview

User Rating: 4.63 ( 2 votes)

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como s√£o processados os dados dos coment√°rios.