Home » Atualidade » Nacional » Continua o repatriamento de milhares de portugueses
Continua o repatriamento de milhares de portugueses
Continua o repatriamento de milhares de portugueses

Continua o repatriamento de milhares de portugueses

Continua o repatriamento de Portugueses, que foram bloqueados em diversas partes do mundo, com a propaga√ß√£o do COVID 19, o que obrigou √† colabora√ß√£o de in√ļmeras entidades, institui√ß√Ķes e empresas, num esfo√ßo para trazer para casa, esses cidad√£os.

Segundo a Ag√™ncia Lusa, j√° regressaram cerca de seis mil portugueses, transportados pela TAP, EuroAtlantic e Hi Fly, companhias que “tamb√©m t√™m transportado carga humanit√°ria e material de combate √† pandemia”.

A TAP por exemplo, j√° realizou 14 voos para trazer de volta a casa os cidad√£os nacionais que se encontravam retidos em pa√≠ses africanos de l√≠ngua portuguesa, voos que transportaram para √Āfrica carga humanit√°ria e comercial.

Ao todo, ‚Äúforam disponibilizados mais de 4.000 lugares para que os portugueses que estavam em Luanda, Mo√ßambique, Cabo Verde, Guin√© Bissau e S. Tom√© e Pr√≠ncipe pudessem regressar a Portugal‚ÄĚ, de acordo com a fonte da TAP.

A TAP operou ainda um voo charter que trouxe do Peru 298 passageiros que se encontravam retidos neste pa√≠s. A empresa garante que est√° ‚Äúpreparada para fazer mais voos, sempre dependentes das necess√°rias autoriza√ß√Ķes governamentais‚ÄĚ.

Para a China, a transportadora realizou quatro voos para transportar ‚Äúequipamentos fundamentais para o combate √† pandemia, como ventiladores, testes, m√°scaras e outros equipamentos de prote√ß√£o individual‚ÄĚ.

Por seu lado, a Hi Fly j√° transportou 1.300 portugueses que se encontravam em Angola e mais de 2.500 repatriados no resto do mundo.

A empresa transportou ainda mais de 150 toneladas de material médico de primeira necessidade no combate ao covid-19 em Portugal, como equipamentos de proteção pessoal, ventiladores e testes de diagnostico.

Para o resto da Europa e Estados Unidos a Hi Fly transportou mais de 250 toneladas deste material. A transportadora estima que os voos humanitários de carga e repatriamento se prolonguem até ao final de maio.

A euroAtlantic repatriou 1.110 portugueses que se encontravam em países da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). A companhia também transportou em alguns desses voos, carga humanitária para aqueles destinos.

Esta companhia, fez no s√°bado um voo de repatriamento de cidad√£os brasileiros que trabalhavam em Angola.

Partilhe:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como s√£o processados os dados dos coment√°rios.