Cresce o número de turista do Reino Unido no Algarve

Cresce o número de turistas do Reino Unido no Algarve

1041

O Reino Unido foi o mercado que mais contribuiu para o aumento de turistas no Algarve, no mês de Outubro, com cerca de 700 mil dormidas na hotelaria da região, um crescimento na ordem dos 4%, face ao mesmo mês do ano anterior, revelou o Instituto Nacional de Estatística.

Para a Região de Turismo do Algarve, os resultados da atividade turística mostram ainda que o principal mercado emissor de turistas para a região algarvia, acumulou cerca de 5,6 milhões de dormidas entre janeiro e outubro de 2019, mais 2,3% do que em igual período de 2018.

Quanto aos hóspedes, a hotelaria do destino registou 136 mil hóspedes do Reino Unido em outubro (+7,1%) e acumulou 1,1 milhões de hóspedes (+7%) provenientes desse mercado desde o início do ano.

Perante estes resultados, o presidente da Região de Turismo do Algarve, João Fernandes, afirma que: «estes resultados deixam-nos otimistas quanto ao futuro, sendo assinalável a retoma que o mercado do Reino Unido tem vindo a registar ao longo do ano, tanto na hotelaria, como no aeroporto de Faro, onde está a subir 6,5 por cento. Outro sinal positivo é a recuperação da libra face ao euro, que se tem verificado desde meados de agosto do corrente ano, e que teve um comportamento animador com o aproximar da data das eleições para o parlamento britânico».

Somando as dormidas de todos os mercados, os hotéis do Algarve registaram 1,9 milhões de dormidas em outubro (-0,6%) e acumularam 19,6 milhões (+2,2%) desde janeiro. Na totalidade dos hóspedes, o registo mensal da região é de 462 mil hóspedes (+0,4%) e o valor acumulado é de 4,7 milhões (+7,2%).

Os proveitos globais da hotelaria regional continuaram em alta, ascendendo a 96,6 milhões de euros (+1,7%) em outubro e acumulando 1168,3 milhões de euros (+7%) nos primeiros dez meses do ano, um valor superior ao alcançado em todo o ano de 2018 (1136,6 milhões de euros).

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close