Crescem as reclamações contra o SEF no Portal da Queixa

Crescem as reclamações contra o SEF no Portal da Queixa

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), está a ser alvo de um aumento muito significativo de reclamações no Portal da Queixa. A plataforma desta rede de consumidores em Portugal, constatou que, em 2020, as reclamações registadas contra o SEF triplicaram comparativamente com o período homólogo.

De acordo com análise estatística da equipa do Portal, entre 1 janeiro e 29 de fevereiro de 2020, foram registadas na plataforma 126 reclamações dirigidas ao SEF, enquanto que, no mesmo período de 2019, foram recebidas apenas 50 reclamações. A média dos dados revela que, no período analisado, foram realizadas contra o SEF, pelo menos, duas reclamações por dia.

Em 2019, verificou-se um total de 707 reclamações, um aumento de 128% face ao ano de 2018 (total de 310 queixas). A demora na entrega dos documentos e os problemas com o agendamento continuam a ser os principais motivos de reclamação, sendo que, ambos estão relacionados com o processo de manifestação de interesse por parte dos estrangeiros para se regularizem no país.

Segundo os dados analisados, só em 2020, das 119 reclamações registadas, 63 estão relacionadas com o tema da intenção de regularização. Em 2019, foram apenas seis as queixas relacionadas com o mesmo tema.

Para Pedro Lourenço, CEO do Portal da Queixa: “O fenómeno do aumento das reclamações contra o SEF pode ser visto como natural, já que o número de estrangeiros em Portugal tem aumentado. Entretanto, também revela que o Portal da Queixa é acessível e intuitivo, sendo a plataforma procurada pelos cidadãos estrangeiros para expor as suas questões, compartilhar experiências e ver as reclamações feitas por outras pessoas.”

A página do SEF no Portal da Queixa é o reflexo da insatisfação dos consumidores que procuram o serviço, uma vez que, apresenta um Índice de Satisfação de apenas 12.5 em 100 e, nos últimos 12 meses, tem uma taxa de resposta cifrada em 10,8% e uma taxa de solução de 11,2%.

“Inevitavelmente, a falta de resposta do SEF às reclamações gera uma reputação negativa do serviço, mesmo com o Portal da Queixa a oferecer todas as suas funcionalidades de forma gratuita para as entidades públicas, a fim de promover a confiança nos serviços públicos. Instituições como o IMT e IEFP já utilizam o Portal da Queixa desta forma”, sublinha Pedro Lourenço.

O Portal da Queixa implementou um projeto de Responsabilidade Social Empresarial (RSE) que se destina às entidades de gestão pública. O objetivo é possibilitar aos organismos estatais o acesso gratuito a um conjunto de serviços e condições especiais através da plataforma, nomeadamente, melhorar a performance dos organismos na gestão de reclamações e na comunicação com os consumidores.

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close