Home | Atualidade | Nacional | Debate sobre Globalização do Desenvolvimento em Lisboa
Fundação Calouste Gulbenkian em Lisboa
Fundação Calouste Gulbenkian em Lisboa

Debate sobre Globalização do Desenvolvimento em Lisboa

A Fundação Calouste Gulbenkian em Lisboa, recebe nos próximos dias 5 e 6 de maio, a 2.ª edição das Conferências de Lisboa sobre o tema “A Globalização do Desenvolvimento”.

Esta conferência que conta com a UCCLA como entidade co-organizadora, permite uma reflexão política continuada e abrangente sobre os principais temas da agenda internacional, com destaque para a sustentabilidade dos modelos de crescimento, governação, paz e segurança internacional.

O Secretário-geral da UCCLA, Vitor Ramalho, estará presente no painel “Conceitos Globais: Desenvolvimento Sustentável e Globalização”, dia 5 de maio, às 11 horas.

Nesta edição será debatido o significado atual do desenvolvimento e as tendências em que a globalização se desenvolve, incluindo as reconfigurações geoeconómicas, as ameaças de segurança, o esbatimento da dicotomia Norte-Sul e o futuro da União Europeia.

Será, igualmente, lançado o Clube de Lisboa, para o qual serão convidados para membros os participantes das diversas edições das Conferências. Esta iniciativa terá um Conselho Consultivo Estratégico, composto por personalidades nacionais e internacionais reputadas, o qual ajudará a lançar pontes de diálogo e entendimento global.

O programa reúne oradores de vários quadrantes da política nacional e internacional e terá quatro painéis: “Conceitos Globais: Desenvolvimento Sustentável e Globalização”, “Políticas Globais: Reconfigurações geoeconómicas e Entre bilateralismo e protecionismo”, “Geografias Globais: Um Norte-Sul de fronteiras difusas e Ameaças de segurança”, e “Atores Globais: A União Europeia numa encruzilhada”.

Partilhe:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

*

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.