Deputados interrogam Ministra sobre os testes COVID-19

Deputados interrogam Ministra sobre os testes COVID-19

Os deputados do CDS-PP questionaram a Ministra da Saúde, sobre o atraso na abertura dos postos de rastreio municipais, que tem estado a ser instalados, por todo o país, numa iniciativa das autarquias, em colaboração e/ou a pedido das Administrações Regionais de Saúde (ARS).

Nas questões colocadas, os deputados querem saber qual o motivo pelo qual não estão, ainda, a ser utilizados esses postos para rastreio e testes ao Covid-19:

– Se faltam meios técnicos, quais são,
– Se faltam meios de proteção individual, quais são e em que quantidade,
– Se faltam recursos humanos, quantos são e em que áreas,
– Quais os distritos onde estas falhas são maiores e mais difíceis de colmatar,
– Não sendo estas as causas para o atraso no início do funcionamento destes postos a nível local/municipal, qual é.

Os deputados interrogam ainda a Ministra sobre as previsões para resolução destas falhas, caso existam, e o início da realização de testes e rastreio a mais portugueses, e, finalmente, querem saber se há, ou não, capacidade para o fazer, como o Governo e as autoridades de Saúde têm defendido nos últimos dias.

Apesar de a grande maioria desses postos já estarem prontos a funcionar, é do conhecimento público que há atrasos, alguns deles significativos, na abertura dessas instalações, em vários municípios de norte a sul de Portugal. Inclusive nos municípios onde o número de casos de doentes infetados é já significativo.

Tendo as autarquias respondido prontamente ao apelo das autoridades de saúde, e estando obviamente todas elas, algumas com esforço, a colaborar em tudo o que lhes é pedido a bem da defesa das suas populações, não se compreende agora que seja a administração central a falhar na finalização de todo este processo.

Recorde-se que nos últimos dias, tem sido repetido por especialistas e governantes, a imperiosa necessidade de alargar o número de testes ao maior número possível de portugueses.

Partilhe:



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

O site 'ipressJournal' utiliza cookies para melhorar a experiência de navegação do visitante. LER MAIS

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close